standvirtual.com Vender Veículo

3 carros usados a gasóleo por menos de 40.000€

3 carros usados a gasóleo por menos de 40 mil euros

Apesar de ainda haver uma grande procura por carros usados a gasóleo em Portugal, o cerco ao Diesel parece estar apertar cada vez mais. Até lá, aproveite-se a tecnologia ainda disponível em três formatos familiares cheios de talentos.

Carros usados a gasóleo por menos de 40.000€: 3 excelentes propostas

Alfa Romeo Giulia 2.2 D

Carros usados gasóleo Alfa Romeo Giulia

Outsider num segmento dominado pelas propostas alemãs como o Audi A4, BMW Série 3 e Mercedes-Benz Classe C, o modelo familiar da Alfa Romeo tem os seus trunfos.

Além do design marcante e de uma vasta lista de opcionais e elementos de personalização, tem os genes desportivos da casa italiana em cada detalhe, desde o formato da instrumentação, com velocímetro e conta-rotações ao fundo de dois túneis ou o botão de ignição no volante na apetecível versão Veloce, que já inclui os bancos em pele.

Esta versão estava exclusivamente associada à variante mais potente do motor 2.2 Diesel de 210 cv, caixa automática de 8 velocidades e sistema Q4 de tração integral. Com espaço para cinco adultos em boas condições de conforto e com uma bagageira que oferece capacidade para arrumar 480 litros, a berlina da Alfa Romeo é das mais divertidas de conduzir na classe, aproveitando-se o condutor da mais-valia da tração integral e consequente excelente motricidade para poder conduzir de forma muito rápida e segura.

Muito eficaz em curva sem ser demasiado firme, merecendo destacar a boa posição de condução e volante com excelente pega. Para a versão Veloce, a marca anuncia 235 km/h e 6,8 segundos para cumprir a medição de 0 a 100 km/h, tendo consumo médio homologado de 4,7 l/100 km. A este fantástico Diesel pedia-se apenas um funcionamento menos ruidoso.

 

Quanto custa um Alfa Romeo Giulia em segunda mão?

 
Skoda Superb 2.0 TDI

Skoda Superb carro usado

Renovado a meio de 2019, o topo de gama checo é uma opção inteligente no mercado de usados. Desde logo, porque a qualidade do modelo não condiz com a imagem subvalorizada da marca no mercado dos carros usados a gasóleo. Assim, é uma boa oportunidade de negócio para adquirir um carro robusto, muito espaçoso e confortável e recheado de equipamento, sem estar preocupado com a revenda.

Com 40.000€ para gastar, pode olhar para as versões de topo com uma das três motorizações Diesel disponíveis: 1.6 TDI de 120 cv com caixa DSG de 7 velocidades de série, 2.0 TDI de 150 cv (caixa manual de 6 velocidades ou DSG de 7) e 2.0 TDI de 190 cv (DSG de 7 velocidades de série e tração integral em opção).

As unidades mais recentes já dispõem de óticas Full LED Matrix, inserções em cromado no interior e três sistemas multimédia à escolha com ecrãs com dimensões entre 8 e 9,2 polegadas. E, entre as várias opções da gama, destacamos a atrativa versão Scout, uma definição mais aventureira da carrinha checa, com a suspensão elevada em 15 mm, proteções por baixo da zona do motor e em todo o piso do carro (soluções integradas no pacote Rough-Road), elementos protetores em plástico e alumínio nos para-choques, cavas das rodas e espelhos, barras de tejadilho e frisos das janelas cromados e habitáculo com acabamentos no tablier e consola a imitar madeira.

Inclui tração integral de série, conta com modo Off-Road no programa de condução Driving Mode Select e comercializou-se apenas com o motor a gasóleo mais potente e com caixa automática.

 

Veja todas os Skoda Superb usados à venda no Standvirtual

 
Mercedes-Benz CLA

Mercedes CLA usado gasóleo

Em 2004, a Mercedes-Benz “inventou” a fórmula de sucesso com o CLS, combinando as características das berlinas e dos coupé. Em 2013, repetiu a receita sobre a base da 3.ª geração do Classe A, que assentava na plataforma MFA de tração dianteira, e conseguiu mais um boom de vendas, com o CLA.

A 2.ª geração chegou ao mercado há cerca de dois anos e já está muito presente no mercado de usados. Por que é boa opção? Comparado com o antecessor, o CLA II é maior. O comprimento aumentou 48 mm (4,640 metros), a largura 53 mm (1,830 metros) e a distância entre eixos 30 mm (2,729 metros), com muitos melhoramentos na estética e também para otimização do fluxo do ar (diminuindo a resistência ao rolamento, aumentou-se a eficiência, estabilidade e a precisão na condução).

O interior é muito moderno, decalcado do Classe A, com um painel revolucionário, com instrumentos digitais e monitor no centro do painel e o sistema MBUX, numa versão moderna. Entre as particularidades do sistema, o software é capaz de aprender e responder apenas à pessoa que ativa o programa com um “Hey, Mercedes!”». Dinamicamente, o CLA cumpre com distinção, fruto das vias largas e do centro de gravidade muito baixo, como elementos-chave que o colocam como o compacto mais desportivo da marca.

No campo das assistências à condução, é quase um Classe S. Algumas versões integram o modo semiautomático, controlo ativo de distância Distronic (capaz de regular, autonomamente, a velocidade, usando a navegação para antecipar curvas, cruzamentos e rotundas), travagem de emergência e assistência à mudança de faixa de rodagem.

 

Procura um Mercedes-Benz CLA usado?

 
Leia também:

Carros a gasóleo entre os mais vendidos em 2020

Conheça os carros mais económicos a gasóleo

Carros híbridos a gasóleo no mercado de usados

Redes sociais:
Dúvidas no Standvirtual?

Aceda à secção de Ajuda

210 738 088 * * Dias úteis das 09h às 18h