standvirtual.com O Nº 1 em Carros Vender Veículo

Carros clássicos: 5 GTI que todos gostavam de ter

carros clássicos GTI usados Standvirtual

Corriam os anos 90 do século passado e os pequenos GTI faziam as delícias dos jovens. Quem os conduzia, mostrando dotes de pilotagem ao volante de um desses pequenos desportivos irreverentes do final de século, tinha acesso facilitado ao grupo restrito dos mais populares do bairro.

Os automóveis em causa eram máquinas excitantes, que começaram a ganhar expressão na década de 1980, pela forma como, pela primeira vez, se combinavam performance, funcionalidade e preços à medida dos orçamentos mais modestos. A fórmula era simples: carroçaria compacta e muito leve, chassis competente e um motor de quatro cilindros com os pozinhos da injeção…

VW Golf GTI

Carro clássico Volkswagen Golf GTI usado Standvirtual

O VW Golf não foi o primeiro automóvel a utilizar a designação GTI, mas se a sigla se transformou praticamente numa instituição na indústria automóvel, foi a primeira geração do compacto alemão que deu origem ao fenómeno.

A primeira geração do Golf nasceu em 1974, vendeu 6,99 milhões de unidades e transformou-se num ícone da indústria automóvel. O Golf GTI chegaria ao mercado dois anos mais tarde, logo com duas motorizações, uma com 1588 cc e 110 cv e outra mais potente, com mecânica de 1780 cc, a debitar 115 cv. Na versão base, o Golf mais racing pesava 810 kg.

 
Procura um Volkswagen Golf GTI usado?

 
Peugeot 205 GTI

Carro clássico Peugeot 205 GTI usado Standvirtual

Lançado em 1984, o 205 GTi foi o pioneiro de uma geração de pequenos desportivos na Peugeot. Chegou ao mercado com um motor de 1580 cc, a debitar 105 cavalos. A marca do leão rapidamente percebeu o seu potencial, e não demorou a aprimorar a fórmula, lançando versões mais potentes, primeiro com 115 cv e passando depois para um motor de 1,9 litros, que rendia 126 cv, nas versões que não dispunham de catalisador. Com apenas 830 kg, o 205 GTi era dos mais ágeis na categoria. E rápido, muito rápido: na aceleração de 0 a 100 km/h fazia menos de 9 segundos, com a marca alemã a anunciar 190 km/h de velocidade máxima.

 
Veja os Peugeot 205 à venda no Standvirtual

 
Citroën AX GTI

Carro clássico Citroen AX GTI usado Standvirtual

A Citroën entra na década de 1990 a brindar os adeptos da condução desportiva, com o lançamento do AX GTi, um automóvel de culto que estava construído sobre a base técnica do Peugeot 106 GTi, mas com uma distância entre eixos mais curta. Estas credenciais tornavam-no num dos mais divertidos de conduzir na época. Ao mesmo tempo, era também um dos mais desafiantes e exigente em momentos de condução acelerada. O levezinho AX pedia dotes de pilotagem. O peso reduzido era uma fórmula conhecida neste tipo de carros e o GTi da Citroën não ia além dos 795 kg – uma pluma… Sob o capot estava um motor de 1360 cc e 100 cv às 6600 rpm, o suficiente para garantir velocidades de ponta a rondar os 200 km/h.

 
Interessado num Citroën clássico?

 
Suzuki Swift GTI

Carro clássico Suzuki Swift GTI usado Standvirtual

O furioso japonês não é um automóvel bonito. Também não tem a sobriedade do rival alemão produzido pela VW ou o charme das criações francesas na categoria dos pequenos desportivos. Compensava com credenciais dinâmicas capazes de fazer corar as principais referências, sendo para muitos um dos mais divertidos de conduzir de sempre. Muito compacto e leve, o GTI da Suzuki surpreendia pela alma inesgotável do motor de 1.3 litros Twin Cam com 100 cv, que se espicaçava através da caixa impecavelmente curta, por exemplo, para cumprir a medição de 0 a 100 km/h em cerca de 8 segundos. A suspensão era McPherson e estava equipado com travões de disco nas quatro rodas. Um luxo.

 
Descubra todos os carros clássicos à venda no standvirtual

 
Maserati 3500 GTi

Carro clássico Maserati 3500 GTI usado Standvirtual

O perfil mais elitista deste coupé italiano nada tem a ver com os “hot hatch” que acabamos de percorrer, mas o Maserati 3500 foi, na verdade, o primeiro automóvel da história a usar a sigla GTI. Em 1960, as três letrinhas serviram para identificar uma versão mais potente do modelo da marca do tridente, equipado com um motor de 3,5 litros, que dispunha de inovador sistema de injeção electrónica, no lugar de carburador. A mecânica debitava respeitáveis 235 CV, associada a uma caixa de cinco velocidades, pela primeira vez de série no modelo.

 
Veja todos os Maserati à venda no Standvirtual

 
Leia também:

 

Redes sociais:
Dúvidas no Standvirtual?

Aceda à secção de Ajuda

210 738 088 * * Dias úteis das 09h às 18h