standvirtual.com Vender Veículo

Carros clássicos: maiores leilões mundiais

Leilões carros clássicos

Na era digital, e em plena crise pandémica, as mais reputadas leiloeiras da atualidade privilegiam a Internet para promover a venda de automóveis especiais. E muitos dos mais exclusivos leilões de automóveis clássicos do mundo acontecem agora online, movimentando milhões. Contudo, não existe uma plataforma moderna que possa servir de alternativa à realização de eventos que são acontecimentos tão antigos como a indústria e atraem todos os anos colecionadores e uma verdadeira legião de fãs oriundos de todos os continentes. O calendário de glamour dos mais icónicos e exclusivos leilões de modelos históricos, onde se reúnem espólios riquíssimos e as produções automóveis mais valiosas de sempre, está lentamente de regresso à estrada, em moldes diferentes dos habituais, para a prevenção e a proteção da saúde pública. E estas são as cinco paragens obrigatórias: 

Monterrey Car Week, Pebble Beach, Califórnia

É o Coachella dos carros, o Woodstock dos muito, muito ricos. O Monterey Car Week, a meio de agosto, integra o calendário do mítico Concours D’Elegance, garantindo três dias de festa, entre desfiles, apresentações exclusivas, exposições de carros exóticos, corridas de modelos vintage e a presença assídua dos mais raros e caros automóveis alguma vez produzidos. Mas, para a grande maioria dos colecionadores que chegam todos os verões a Pebble Beach, na Califórnia, os grandes cabeças de cartaz são os leilões, sempre muito concorridos e onde todos os anos se batem recordes. Naquele soalheiro refúgio para milionários na Costa Oeste dos Estados Unidos vendeu-se um Ferrari 250 GTO de 1963, por uns incríveis 48,4 milhões de dólares – o valor mais alto de sempre num leilão de um veículo clássico -, num negócio com a chancela da RM Sotheby’s. Na mesma edição a reputada Gooding & Co. concretizou a venda de um Duesenberg SSJ Roadster de 1935, por mais de 19 milhões de euros, tornando-se no carro mais caro de sempre produzido nos Estados Unidos. Só na última edição, os leilões geraram mais de 230 milhões de euros. Este ano, quando se assinalam 70 anos desde a primeira edição, o evento foi cancelado.

Artigo relacionado: 7 carros clássicos que vale a pena investir

Goodwood, West Sussex, Inglaterra

A região de Sussex recebe todos os anos dos mais icónicos eventos relacionados com o automóvel, o mítico Festival de Velocidade e o Goodwood Revival, exclusivamente dedicado aos clássicos, também nas imediações do lendário circuito britânico, visitado por duques e duquesas. Este ano, em outubro, realizam-se pela primeira em simultâneo, e sem público nas bancadas para admirar os mais raros automóveis do mundo. A organização do Goodwood Speedweek vai disponibilizar a transmissão online. Enquanto a Bonhams, parceira de sempre do festival, irá também recorrer a uma plataforma digital para levar à praça mais um lote de valiosas raridades, atraindo compradores dos quatro cantos do mundo. As expectativas para o leilão realizado em Chichester não são as de outras edições onde se estabeleceram diversos recordes. Mas o espetáculo tem de continuar…

The Scottsdale Auctions, Arizona, Estados Unidos

Ao contrário de outros grandes leilões, Scottsdale, no estado norte-americano do Arizona, é considerado o único grande evento do género com fins puramente comerciais, realizando-se à margem de qualquer concurso de elegância, exposição ou prova desportiva. O seu foco é a compra e venda de carros clássicos, marcando o início da temporada de leilões relevantes, na segunda quinzena de janeiro. Casas como as reputadíssimas Barrett-Jackson, Bonhams, Gooding e a RM Sotheby’s são presença assídua no certame que reúne anualmente cerca de dois mil carros de elevado valor histórico, quer seja pelo seu classicismo, pela raridade, por terem pertencido a uma personalidade marcante ou por representarem um marco para um fabricante numa determinada época. Um raríssimo Mercedes Benz 540 K Special Roadster de 1937 foi o mais caro, vendido por 8,3 milhões de euros na edição de 2016.

Artigo relacionado: Conheça os carros preferidos das famílias reais

RM Sotheby’s, Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos

Abu Dhabi, terra das grandes fortunas do petróleo, onde os super-iates e os carros mais exóticos do mundo já fazem parte da paisagem, entrou definitivamente no roteiro dos maiores leilões do mundo no final da temporada de 2019 do Mundial de F1, que coincidiu com o primeiro leilão da RM Sotheby’s realizado em parceria com a Fórmula 1. No evento de estreia, não podiam faltar atrações como monolugares de competição, com grande destaque para o Ferrari F2002 com que Michael Schumacher venceu três grandes prémios na temporada de 2002, entregue por 6,6 milhões de dólares, tornando-se no segundo monolugar de Fórmula 1 mais valioso a ser vendido em leilão, só atrás de outro Ferrari pilotado pelo alemão, o F2001, vendido em 2017 por 7,5 milhões de euros.

 

Veja todos os carros clássicos à venda no Standvirtual

 
Classic Car and Restoration Show,
Birmingham, Inglaterra

O Classic Car and Restoration Show destaca-se dos outros eventos nesta lista pelo seu caráter diferente, mais voltado para o mercado de restauro, concentrando as atenções de colecionadores de todo o mundo desejosos por ver e comprar clássicos que, não estando no seu estado original, foram alvo dos mais meticulosos trabalhos de recuperação, quase sempre a preços astronómicos. Na edição de 2020, a organização garantiu a presença de mais de 1000 carros clássicos de diversos modelos e épocas. Entre leilões de modelos de outros tempos e a presença de preparadores que aproveitam o evento para exibir as suas novidades, o Classic Car and Restoration Show é o mais relevante do género.

 
Leia também:

 

Redes sociais:
Dúvidas no Standvirtual?

Aceda à secção de Ajuda

210 738 088 * * Dias úteis das 09h às 18h