standvirtual.com

O Nº 1 em Carros
Vender Veículo

Carros eléctricos vs híbridos: quais as diferenças?

carros elétricos

Antes só havia duas motorizações (gasóleo e gasolina) para equipar o carro. Agora os carros eléctricos vs híbridos estão em voga. Descubra as diferenças.

Se até há bem pouco tempo, quando comprava um carro, a sua decisão apenas recaía entre comprar um diesel ou um carro a gasolina, hoje em dia existem bastantes mais opções. Porém, hoje vamos focar-nos nas diferenças que existem entre os carros eléctricos vs híbridos.

Embora exista também uma quinta opção para motorizar o seu carro (o hidrogénio), esta ainda não é muito popular, ao passo que os carros eléctricos e híbridos têm visto as suas vendas aumentar exponencialmente de ano para ano.

Cada uma destas motorizações tem as suas vantagens e desvantagens e, dependendo das suas necessidades ou estilos de conducção, poderá ficar mais satisfeito com uma ou outra opção.

Veja este comparativo e satisfaça todas as suas questões acerca das diferenças entre carros eléctricos vs híbridos. Descubra qual deve ser o seu automóvel no futuro.

Carros eléctricos vs híbridos: conheça as diferenças entre ambos 


Carros eléctricos

carros elétricos a carregar

Os carros eléctricos são veículos movidos a energia eléctrica, não consumindo qualquer combustível fóssil enquanto se deslocam, nem produzindo quaisquer emissões de gases poluentes.

Além de amigos do ambiente, estes carros têm um custo de rodagem bastante mais baixo do que um carro com um motor a combustão, uma vez que as motorizações eléctricas não são constituídas por tantas partes móveis, logo requerem menos manutenção.

Embora nem tudo seja um mar de rosas e estes carros, como quaisquer outros, têm também alguns inconvenientes.

Vantagens dos carros eléctricos

1. Gastam 0€ em combustível

Para já, abastecer um carro eléctrico é gratuito na generalidade dos postos de abastecimento e, se deixar o seu carro a carregar  em casa durante a noite, o custo deste procedimento é também relativamente baixo (na casa dos cêntimos). Portanto, e tendo em conta o aumento constante do preço dos combustíveis, os carros eléctricos tornam-se uma opção muito interessante nesta perspectiva.

2. Ausência de barulho do motor

Embora nem toda a gente considere isto uma vantagem, o facto é que uma viagem num carro eléctrico torna-se bastante mais tranquila. Além disso, não haver barulho do motor, significa que não existe combustão, logo não existe emissão de gases poluentes enquanto circula.

3. Aceleração mais rápida

Os motores eléctricos têm uma entrega de potência linear, isto é, o binário é sempre o mesmo desde o primeiro momento até ao limite das rotações do motor. Isto significa que os carros eléctricos têm capacidade de acelerar bastante mais rápido do que um carro com motor a gasolina ou diesel.

Este é o segredo para o Tesla Model S P100D conseguir acelerar dos 0 aos 100 km/h em apenas 2,28 segundos. Cerca de 0,5 segundos mais rápido do que qualquer super carro actualmente à venda no mercado.

4. Manutenção mais barata

A manutenção de um carro eléctrico é extremamente simples. Como não existem partes móveis num motor eléctrico, como existem num motor a combustão, não há necessidade de mudar correias, filtros ou óleo.

Aliás, até a nível de consumíveis, os carros eléctricos necessitam de bastante menos manutenção. Por exemplo, no caso das pastilhas de travões, num carro eléctrico, elas são mudadas com bastante menos frequência do que num carro convencional. Isto, porque os eléctricos beneficiam da travagem regenerativa das baterias, que abranda o movimento das rodas ao mesmo tempo que recarrega energia.

6. Isenção de impostos

Além de um incentivo dado pelo Estado de 2250€, o IUC dos carros eléctricos é bastante baixo (entre 8€ e 32€). Além do mais, estão também isentos de ISV, o qual representa cerca de 20% do valor de um automóvel novo.

Desvantagens dos carros eléctricos

1. Autonomia

Actualmente, o carro eléctrico com maior autonomia é o Tesla Model S P100D e uma carga completa permite-nos circular cerca de 600km. No entanto, e apesar deste valor permitir a qualquer pessoa atravessar practicamente Portugal de lés a lés, este é um carro que custa perto de 150.000€, o que o torna practicamente incomportável para o cidadão comum.

A média de autonomia dos carros eléctricos situa-se actualmente nos 250km e, apesar deste valor ser suficiente para cobrir 90% das suas necessidades de deslocação diárias, para já ter um carro eléctrico implica ter outra viatura para, por exemplo, poder ir de férias com a família e poder circular sem ter que parar 30 minutos a cada 200km.

2. Preço

Em 2022, os carros eléctricos deverão ter preços semelhantes aos dos carros a gasolina. Contudo, actualmente, comprar um carro eléctrico significa um investimento bastante avultado.

O preço dos carros eléctricos é bastante elevado, devido aos custos de producção das baterias que, enquanto não for verdadeiramente feita em massa, implicará um investimento maior por parte das marcas.

No entanto e, apesar do preço, se diariamente percorrer várias dezenas de quilómetros, o preço extra que vai pagar por um carro eléctrico deverá compensar logo ao fim de um par de anos.

3. Poucos supercarregadores disponíveis

Ter um carro eléctrico implica que sempre que faça uma viagem mais distante da sua “zona de conforto”, tenha que planear ao pormenor todas as paragens para recarregar as baterias do seu carro. Isto, poderá significar que fazer uma viagem do Porto ao Algarve, poderá demorar mais de 7h ao invés das actuais 4h30 num carro com motor a combustão.

Carros híbridos

carro híbrido a carregar

Os carros híbridos tentam compilar o melhor dos dois mundos, auxiliando-se dos motores eléctricos para aumentar a potência e diminuir os consumos e emissões de gases CO2 e não limitando, ao mesmo tempo, os utilizadores com paragens obrigatórias de 30 minutos para recarregar as baterias a cada 200km.

Neste momento, os híbridos assumem-se como os carros do futuro (próximo) e as marcas estão a investir fortemente neste tipo de tecnologia, desenvolvendo cada vez mais e mais modelos e oferecendo vários benefícios aos clientes que trocarem os seus carros diesel por carros híbridos.

Apesar de tudo, e tal como os eléctricos, os carros a gasóleo ou a gasolina, os híbridos também têm algumas vantagens. Mas no comparativo carros eléctricos vs híbridos, como será que se saem?

Vantagens dos carros híbridos

1. Consumos baixos

Quando comparado com um eléctrico, um carro híbrido perde no que toca a consumos (logicamente), mas quando comparamos um híbrido com um carro equipado apenas com um motor a combustão, o híbrido consegue fazer consumos bastante mais apelativos.

Além disso, como não necessitam parar a cada 200km para recarregar as baterias, podem continuar a andar e percorrer cerca de 800km com apenas uma carga e um depósito. Um SUV híbrido de 7 lugares e 300 cavalos de potência é capaz de fazer consumos na casa dos 5l/100km (falamos do Lexus RX450h L).

2. Potência

Os híbridos usam um potente motor a combustão associado a um ou mais motores eléctricos. Uma vez que os motores eléctricos debitam em média 50cv de potência, mas em alguns casos os motores eléctricos podem ter mais de 200 cavalos, podemos considerar que practicamente todos os carros híbridos dispõem de motorizações com uma potência combinada superior a 200 cavalos.

3. Melhor performance

Os motores turbo ou atmosféricos têm algum atraso na entrega de potência e não atingem o seu pico de binário nas rotações mais baixas, sendo esta uma das maiores críticas feitas ao motores a combustão.

Os carros híbridos são auxiliados por um motor eléctrico que, como referimos anteriormente, tem uma entrega instantânea e linear de potência. Ou seja, com um carro híbrido, a aceleração é praticamente instantânea e o motor a combustão é poupado a esforços intensos.

4. Apoios e incentivos fiscais

Como os carros híbridos emitem cerca de metade dos gases poluentes dos carros equipados apenas com motor a combustão, o valor de IUC pago por um carro híbrido é consideravelmente mais baixo do que um carro apenas movido a gasolina ou gasóleo. Além do mais, quando comprar um carro híbrido novo, beneficiará de uma redução do ISV de até 563€.

Desvantagens dos carros híbridos

1. Preço

Os híbridos não são baratos, não só por terem motorizações a gasolina bastante potentes, mas também devido aos elevados custos associados à construcção das baterias.

Ter um híbrido compensa (financeiramente falando) se circular distâncias superiores a 20.000km num ano. No entanto, mesmo que circule pouco, o ambiente ficará sempre a ganhar.

2. Manutenção

Apesar dos motores a combustão num carro híbrido serem mais poupados a grandes esforços, a adição de novos componentes implica mais custos de manutenção e, no caso das baterias, a manutenção ou substituição destes componentes é bastante cara.

Tal como um telemóvel, a duração deste componente dependerá do seu modo de utilização, sendo que no caso dos híbridos plug-in, o estado de saúde da bateria estará mais sujeito à acção humana que no caso dos híbridos self-charging.

As baterias de iões de lítio nunca devem ter os níveis de carga abaixo dos 20% e nunca devem ser carregadas até valores superiores a 80%. Deste modo, os ciclos não serão gastos e a bateria não ficará “viciada”.

A maior parte dos fabricantes de carros híbridos oferece entre 7 a 10 anos de garantia das baterias e de todos os componentes do sistema híbrido, mas caso tenha que efetuar alguma reparação nas baterias após o período da garantia, a conta da reparação deverá ascender aos vários milhares de euros.

Conclusão: No geral, entre carros eléctricos vs híbridos, as diferenças apesar de serem muitas, a nível práctico não as notará tanto. Ter qualquer um destes carros, para já, compensará apenas (a nível financeiro) se percorrer vários milhares de quilómetros por ano.

Se efectuar diariamente viagens mais curtas, na hora de escolher entre um carro eléctrico vs híbrido, talvez deva optar por um eléctrico, pois ficará mais satisfeito.

Já se as suas necessidades de deslocação o obrigarem a percorrer centenas de quilómetros por dia, então um híbrido deverá suprir todas as suas necessidades.

Indiscutivelmente, estes carros serão o futuro e, seja qual for a escolha que faça, o meio-ambiente sairá sempre a ganhar.

Leia também:

Carros eléctricos vs híbridos: quais as diferenças?
Gostou deste artigo?
Redes sociais:
Dúvidas no Standvirtual?

Aceda à secção de Ajuda

211 450 361 * * Dias úteis das 09h às 18h