standvirtual.com Vender Veículo

Carros híbridos a gasóleo no mercado de usados

Carros híbridos gasóleo usados

No atual período de descrédito das mecânicas a gasóleo, os Diesel “malditos” ainda podem ter uma palavra a dizer para o cumprimento das normas antipoluição cada vez mais restritivas. É que, por gastarem menos combustível, comparativamente às unidades a gasolina, e tendo em conta que as emissões de CO2 resultam dos consumos, ainda há quem os veja como instrumentos essenciais, especialmente os modelos híbridos a gasóleo.

Pelo exposto, vários fabricantes estão determinados a não abdicar da tecnologia que tanto lucro lhes tem trazido ao longo da sua existência, acrescentando-lhe a componente elétrica para melhorar a eficiência, reduzindo a emissões de gases poluentes.

Carros híbridos a gasóleo que pode encontrar no mercado de usados

Mercedes-Benz C 300 de

Mercedes C300de gasóleo usado

Atualmente, só a Mercedes-Benz aposta numa tecnologia híbrida plug-in que combina uma mecânica turbodiesel e um motor elétrico, a fórmula que surge com a denominação 300 «de», acrónimo de Diesel elétrico. Tecnicamente, o construtor recorre ao conhecido 2 litros com 194 cv e junta-lhe unidade elétrica de 122 cv, alimentada por uma bateria de iões de lítio de 13.5 kWh, sendo este conjunto operado através da moderna caixa de velocidades 9G-TRONIC, otimizada para funcionamento híbrido. No total, estão à disposição 306 cv e 700 Nm de binário, números que permitem prestações de respeito, e que podem ser conjugadas com consumos baixos. O 300 de permite percorrer cerca de 40 km exclusivamente elétricos e admite o carregamento externo da bateria, que está alojada na bagageira, roubando bastante espaço de carga – só 315 litros base.

 

Quanto custa um Mercedes-Benz Classe C híbrido a gasóleo?

 
Volvo V60 PHEV

Volvo V60 diesel híbrido usado

A marca sueca também foi das primeiras a utilizar um motor Diesel num carro híbrido com a função “plug-in”. A estreia da tecnologia fez-se na V60, uma carrinha espaçosa e confortável, que ganhou assim a possibilidade de poder circular até 35 quilómetros livres de emissões. O módulo híbrido inclui uma bateria de iões de lítio de 11,2 kWh, localizada por cima das rodas traseiras, para alimentar o motor elétrico acoplado ao eixo anterior. O funcionamento da tecnologia gere-se mediante cinco modos de condução: Hybrid, Pure, Power, AWD, Save. Por defeito, a V60 PHEV arranca no primeiro, funcionando em simultâneo os dois motores: o elétrico com 68 cv e o Diesel de cinco cilindros em linha com 215 cv. O modo Pure permite a condução 100% elétrica, até uma velocidade máxima de 125 km/h. No modo Power, são os dois motores chamados à ação na potência máxima de 280 cv, enquanto a função Charge transforma o motor Diesel em gerador de energia elétrica, carregando a bateria até esta recuperar autonomia de 20 km. A recarga total da bateria só é possível com uma fonte de alimentação externa, num posto público ou em tomada doméstica de 220V.

 

Procura um Volvo V60 PHEV?

 
Peugeot 508 RXH

Peugeot 508 RXH híbrido gasoleo

O RXH é a variante híbrida do anterior Peugeot 508, com todas as credencias reconhecidas do modelo, desde o interior confortável e espaçoso ao excelente desempenho dinâmico, somando-lhe a tecnologia híbrida. A mecânica combina o 2.0 Diesel de 163 cv e um motor elétrico assíncrono 200 V (37 cv/150 Nm) ligado às rodas traseiras, e que ajuda o motor de combustão nas fases de aceleração, retomas ou em pisos de menor aderência, garantindo quatro rodas motrizes. Em conjunto, os dois motores fornecem 200 cv e 500 Nm de binário máximo. O motor elétrico, que também tem funções de gerador para carga da bateria de 1.1 kWh instalada atrás do banco traseiro, permite até 5 km de condução livre de emissões. Com uma vida útil estimada de 8 a 10 anos, esta bateria não condiciona a utilização normal do veículo, já que no caso de perda de capacidade, comprometem-se apenas a disponibilidade do sistema de 4×4 e/ou a autonomia no modo 100% elétrico.

 

Veja todos os Peugeot 508 RXH à venda no Standvirtual

 
Peugeot 3008 Hybrid4

PEUGEOT 3008 PHEV usado

De acordo com a marca francesa, o 3008 foi o primeiro carro de série a dispor de tecnologia híbrida, com um motor a gasóleo sobre o eixo dianteiro e outra unidade motriz elétrica no trem posterior a assegurar tração das rodas traseiras. Mas de todos os automóveis do consórcio equipados com esta tecnologia, o SUV teve menos sucesso. O diferencial de preço para o mais acessível Diesel 1,6 litros é uma das explicações para uma carreira mais modesta. E as limitações na funcionalidade também ajudaram: o sistema que acopla um motor elétrico ao eixo traseiro é servido por baterias que se localizam atrás dos bancos, fazendo “encolher” mala: 377 litros em vez de 432 litros.

 

Interessado num Peugeot 3008 Hybrid4 usado?

 
DS 5 Hybrid4

DS5 Hybrid 4 gasóleo

Com o DS 5, a Citroën pegou na tecnologia híbrida que equipa os Peugeot 3008/5008 Hybrid4 e 508 RXH e “embrulhou-a” numa embalagem premium. Com um design ainda atual e uma qualidade de construção e equipamento acima da média, esta versão topo de gama da DS combina o luxo com os desempenhos do motor Diesel e as qualidades da propulsão elétrica na redução dos consumos (entre os 3,8 e os 4,1 l/100 km) e emissões de CO2 (88 g/km). Tecnicamente idêntico ao Peugeot 508 RXH, permite escolher entre quatro modos de condução, o mais desportivo garante uma potência máxima total combinada de 200 cv e quatro rodas motrizes. Também com o familiar da marca do leão, o DS 5 partilha o histórico muito positivo de robustez e fiabilidade geral, embora no motor 2.0 HDI sejam conhecidos casos raros de irregularidades de funcionamento ou falhas na EGR, a que somam alguns relatos de fragilidades do conjunto volante/embraiagem.

 

Descubra todos os DS5 Hybrid4 disponíveis no Standvirtual

 
Renault Grand Scénic Hybrid Assist

Renault GRAND SCENIC híbrido diesel usado

O primeiro modelo híbrido da Renault foi um Diesel eletrificado. A solução técnica que a marca francesa considerou para o Grand Scénic foi a mais simples e dispensava investimentos avultados, garantindo resultados interessantes. O sistema híbrido, denominado de Hybrid Assist, combina o 1.5 dCi de 110 cv e um motor elétrico de 10 kW, que substitui o motor de arranque e alternador e fornece assistência ao motor térmico, associado a um sistema elétrico de 48 V. A solução permite uma redução nos consumos e nas emissões até 10%, mas também melhores prestações graças à entrega de binário adicional que pode atingir os 15 Nm. A Renault anuncia um consumo em misto de 3,6 l/100 km e emissões de CO2 de 94 g/km. A bateria de tração de 48 volts está escondida sob o piso traseiro, solução que permite preservar as cotas de habitabilidade, a volumetria na bagageira e os sete lugares individuais.

 

Procura um Renault Grand Scénic híbrido a gasóleo?

 
Leia também:

 

Redes sociais:
Dúvidas no Standvirtual?

Aceda à secção de Ajuda

210 738 088 * * Dias úteis das 09h às 18h