standvirtual.com O Nº 1 em Carros Vender Veículo

10 carros que marcaram os filmes de James Bond

10 carros que marcaram os filmes de James Bond

Quando pensamos no James Bond, o carro que nos vem à memória é, certamente, um Aston Martin, mas a verdade é que o agente secreto mais famoso de sempre sentou-se ao volante de muitas outras marcas automóveis. Conheça dez modelos que nos conquistaram!

Aston Martin DB5 – 1964

Aston Martin DB5

Não é uma opinião consensual, mas há quem defenda que uma das mais belas máquinas ao serviço de Sua Majestade foi utilizada por Sean Connery no filme “007 Contra Goldfinger”: um Aston Martin DB5. Lançado apenas alguns meses antes das gravações do filme, foi um dos modelos da marca mais vendidos de sempre. E fez carreira nos filmes de James Bond: depois desta estreia, novas gerações do modelo surgiram em quatro outros filmes da mesma saga: “Operação Relâmpago”, “O Amanhã Nunca Morre”, “Casino Royale e Skyfall”.

Toyota 2000 GT – 1967

Toyota 2000 GT

Famoso por aparecer ao lado de Sean Connery, em 1967, no filme “007 – Só Se Vive Duas Vezes”, o Toyota 2000 GT, que conquistou o título de primeiro supercarro japonês, desafiava os melhores carros europeus. Curiosidade: o veículo do filme é uma versão sem tejadilho porque ator escocês, de quase 1,90m, não cabia no original.

Mercury Cougar – 1969

Mercury Cougar

Uma presença única tal e qual o protagonista do filme “007 – Ao Serviço De Sua Majestade”, George Lazenby. O ator autraliano substituiu Sean Connery, mas com muito pouco sucesso; de tal maneira que o escocês regressaria no filme seguinte. Mais bem-sucedido foi o Mercury Cougar que, apesar de não dispor de nenhuma arma secreta, vale-se do facto de ser uma máquina poderosa. O Cougar, palavra que em português remete para o puma norte-americano, era uma derivação do Mustang, com a mesma garra e potência, mas com personalidade vincadamente distinta.

Ford Mustang Mach 1 – 1971

Ford Mustang Mach 1

Início da década de 1970. Sean Connery é James Bond e o título do filme “Os Diamantes São Eternos” enche néones de cinema um pouco por todo o mundo. Mas, no grande ecrã, há outra estrela: um Ford Mustang Mach 1, que disputava as atenções com a atriz Jill St. John que dava corpo a Tiffany Case, uma contrabandista de diamantes. Mas não é este o único Mustang a surgir em cena; a Ford consegue captar as atenções também com o veículo conduzido por 007 durante uma perseguição épica em Las Vegas.

 
Quanto custa um Ford Mustang em segunda mão?

 
Lotus Esprit S1 – 1977

Lotus Esprit S1

Com Roger Moore aos comandos, em “007 – Agente Irresistível”, o Lotus Esprit S1 tornou-se um dos carros mais memoráveis do agente. De design futurista e 162cv, o automóvel saído da pena de Giorgetto Giugiaro surpreendeu ao transformar-se num submergível. Afinal, não havia nada que não conseguisse! Qualidades anfíbias que não saíram do grande ecrã.

BMW Z3 – 1995

BMW Z3

Os filmes da saga James Bond eram muito desejados para as marcas automóveis apresentarem os seus produtos. Mas, inevitavelmente, os emblemas britânicos tinham primazia. E foi preciso esperar pela década de 90 do século passado para a BMW ter a sua oportunidade. A estreia foi em “007 GoldenEye”, com Pierce Brosnan, em 1995, e o representante escolhido foi o Z3. Só apareceu durante um bocadinho, mas foi o suficiente para choverem pedidos…

 
Procura um BMW Z3 usado?

 
BMW 750IL – 1997

BMW 750IL

Um Série 7 com vidros à prova de bala, puxadores eletrificados, lançador de mísseis e pneus autoinsufláveis e – muito importante! – capaz de ser controlado pelo smartphone. Um dos mais luxuosos automóveis a ser conduzido pelo agente secreto foi precisamente o “navio-almirante” da gama da marca bávara. Entrou em “007 – O Amanhã Nunca Morre” e pertencia à aprimorada geração de 1994, com um motor V12 de 5,4 litros, a debitar 346cv. Aos comandos, seguia Pierce Brosnan.

BMW Z8 – 1999

BMW Z8

Também vindo de Munique, Alemanha, um roadster desportivo que se destacou em “O Mundo Não Chega”, com o galã Pierce Brosnan. Um regalo para os apaixonados dos automóveis, mas também uma desilusão: o carro acabaria destruído, cortado ao meio por um helicóptero equipado com uma serra elétrica gigante. E deixou Bond efetivamente preocupado com a reação de Q, o cientista do MI6 responsável pelos seus equipamentos…

Aston Martin V12 Vanquish – 2002

Aston Martin V12 Vanquish

Já neste milénio, em “007 – Morre Noutro Dia”, naquela que foi a última aparição de Pierce Brosnan como o agente secreto britânico, um deslumbrante Aston Martin V12 Vanquish, com mais de 450cv e capaz de acelerar até uns estonteantes 305 km/h. Mas, claro, este não era um Vanquish qualquer e, “noblesse oblige”, apresentava gadgets de se tirar o chapéu: metralhadoras ativadas por movimento, mísseis lançados do para-choques e bancos capazes de injetar o ocupante, por exemplo.

 Veja todos os Aston Martin usados à venda no Standvirtual

 
Aston Martin DBS V12 – 2006

Aston Martin DBS V12

Na nova vida de James Bond, assumida pelo britânico Daniel Craig a partir de 2006, também os automóveis surgiram com uma nova função: são menos ferramentas cheias de engenhos, valendo por si próprias. Caso do Aston Martin DBS V12, visto em “007 – Casino Royale”, que prima pela elegância… e velocidade (307 km/h de velocidade máxima).

 
Leia também:

 

Redes sociais:
Dúvidas no Standvirtual?

Aceda à secção de Ajuda

210 738 088 * * Dias úteis das 09h às 18h