standvirtual.com

O Nº 1 em Carros
Vender Veículo

Comprar um carro usado num stand: 5 dicas sobre como o deve fazer

Comprar um carro usado num stand

Está na altura de mudar de carro? Procura um usado? Então, saiba tudo o que deve fazer e que cuidados deve ter antes de comprar um carro usado num stand.

Apesar das vendas de carros novos terem subido consideravelmente nos últimos anos, comprar um carro usado num stand continua a ser a opcção favorita dos portugueses, na hora de trocar de viatura.

Apesar de Portugal ser um dos países da Europa com maior incidência fiscal sobre automóveis, por cá, no mercado de usados, ainda é possível encontrar vários automóveis bons e baratos.

É certo que comprar uma viatura usada, não é o mesmo que comprar uma nova, mas há várias formas de se certificar que comprar um carro usado num stand é um negócio tão seguro, como comprar um automóvel com 0 quilómetros.

Conheça, então, tudo o que deve saber e fazer antes de comprar um carro usado num stand e certifique-se que acerta na mouche, na sua nova compra.

O que fazer antes de comprar um carro usado num stand? Deixamos-lhe 5 dicas


Dicas para comprar um carro usado num stand

1. Saber exactamente de que tipo de carro precisa

Quando estamos à procura de um carro novo, é frequente deixarmo-nos levar mais pela emoção e menos pela razão. Porém, visto que comprar um automóvel representa um investimento um tanto ou quanto avolumado, é extremamente importante saber exactamente aquilo de que precisa.

Se precisar de um carro para a família, deve optar por um automóvel de 7 lugares, uma carrinha ou, então, se quiser estar “mais na moda”, comprar um SUV espaçoso.

Se precisar de um carro mais modesto, mais económico, mais compacto e mais confortável para fazer pequenas deslocações ou conduzir em plena cidade, deve, então, optar por um utilitário ou um citadino.

Seja qual for o caso, antes de pensar comprar um carro num stand deve, primeiramente, ter bem definidas as suas necessidades e, só depois, passar à seguinte fase.

2. Definir um orçamento

Quando se trata de carros usados, existem modelos para todos os gostos. É possível, literalmente, encontrar carros dos 1000€ aos 100 000€.

Depois de escolhido o tipo de carro que realmente precisa, deve definir o preço máximo que está disposto a pagar para comprar uma nova viatura.

O orçamento dependerá sempre das suas possibilidades, mas não seja demasiado restrito com os números. Às vezes, o carro dos nossos sonhos está apenas a 500€ de distância.

Sugerimos que use o valor do orçamento como uma espécie de guia, para definir qual é o carro ideal para si.

3. Escrever uma lista final com 5 carros

Depois de escolhido o tipo de carro de que precisa e o orçamento que tem disponível, faça uma pesquisa para tentar encontrar veículos que se enquadrem no seu perfil de necessidades e, também, no seu gosto.

Ao contrário do que se possa pensar, os carros não são todos iguais. Apesar de todos terem um motor e 4 rodas, as sensações que transmitem são totalmente diferentes e, uma vez que irá passar tantas horas ao volante do novo veículo, é importante que goste não só do aspecto do automóvel, como também de estar dentro da sua nova aquisição.

Procure vários modelos, veja várias fotos e leia com atenção todas as descrições. Quando tiver encontrado os 5 carros de que mais gosta, faça um levantamento dos contactos dos stands e agende uma visita para ver e experimentar o modelo em que está interessado.

4. Fazer todas as perguntas sobre o veículo

Não se preocupe em ser “chato” com o vendedor. Fazer várias perguntas sobre o modelo de carro em que está interessado, não só o ajudará a perceber se aquele é o automóvel certo para si, mas também o ajudará a perceber se o vendedor conhece exactamente aquilo que está a vender e não lhe está a esconder nada.

É extremamente importante tentar confirmar com o vendedor a origem do carro, quantos proprietários teve ou se esteve envolvido em algum acidente.

É importante também não se esquecer de pedir o registo da inspeção anterior e o livrete para, assim, poder confirmar se os quilómetros do carro são os reais e se o número de chassis corresponde em todos os locais do veículo.

5. Não comprar por impulso

Como referimos logo no início, quando se trata de comprar um carro usado num stand, a razão deve sempre falar mais alto que o coração e, mesmo que tenha adorado o primeiro carro que viu e tenha criado uma grande empatia com o vendedor, o negócio perfeito para si pode estar mesmo ao virar da esquina.

Depois de ver e analisar com detalhe todos os carros, pense durante uns dias sobre qual será o automóvel que melhor lhe “encherá as medidas”.

Não se esqueça, também, de negociar sempre o preço do automóvel. No mundo dos carros usados, é tida como uma práctica cordial (e bem “à moda portuguesa”) fazer uma “atençãozinha” no preço. Por isso, pergunte sempre qual seria o preço mínimo que o vendedor aceitaria pelo negócio, servindo esse valor como base de negociação.

Se puder, faça uma segunda visita a todos os stands onde viu carros e, se possível, faça-se acompanhar por um mecânico. Melhor que ninguém, os “doutores dos carros” saberão identificar o real estado das viaturas e saberão dizer-lhe se mecanicamente os automóveis que equaciona comprar estão de “boa saúde”.

Leia também:

Comprar um carro usado num stand: 5 dicas sobre como o deve fazer
4 (80%) 2 votos
Redes sociais:
Dúvidas no Standvirtual?

Aceda à secção de Ajuda

211 450 361 * * Dias úteis das 09h às 18h