standvirtual.com

O Nº 1 em Carros
Vender Veículo

Cuidados a ter na compra de um carro elétrico usado

Cuidados compra carro elétrico usado

Há cada vez mais carros elétricos no mercado e a previsão é para que, nos próximos dois anos, a oferta duplique, com várias marcas a incluir este tipo de solução, não só como uma alternativa de mobilidade amiga do ambiente, mas sobretudo como uma forma de baixar as emissões de CO2 da gama, fazendo frente às regras que, a partir de Janeiro de 2020, irão penalizar cada grama a mais para lá do estabelecido.

Com estas novas chegadas, é previsível que os preços propostos baixem. Porém, as várias marcas continuam a queixar-se de que a tecnologia é cara. E, mesmo quando se fazem contas aos incentivos à aquisição (este ano, foi de 3000€ para pessoas singulares e 2250€ para pessoas coletivas, disponível para cerca dos primeiros mil pedidos submetidos e apenas para elétricos que custassem menos de 62.500€) ou aos benefícios fiscais (dedução de IVA ou isenção de tributação autónoma para empresas), o investimento num elétrico continua a ser grande.

Artigo relacionado: Benefícios fiscais de carros elétricos para empresas em 2019

Por isso, como acontece com os automóveis a combustão, o mercado dos usados elétricos começa a dar cartas. E pode ser uma boa ideia quando se sabe que o desgaste de todos os componentes de um carro elétrico é inferior ao de um automóvel com motor térmico – o que significa que se consegue comprar um usado como novo. Ainda assim, como acontece com qualquer carro usado há cuidados a não dispensar.

Pontos a ter em conta na compra de um carro elétrico usado

Comece por avaliar a tecnologia subjacente e tente perceber se ainda está atual ou se já foi completamente ultrapassada: quanto mais antigo for o automóvel maior a probabilidade de estar perante um produto que irá deixar muito a desejar.

Por exemplo, os modelos mais antigos são alimentados por baterias de hidreto metálico de níquel que, em relação às de iões de lítio, têm menos capacidade de carga, mais memória (viciam-se rapidamente) e são mais pesadas. Tome ainda nota que uma bateria de 24 kWh permite percorrer distâncias até 130 quilómetros, enquanto uma de 40 kWh poderá ultrapassar os 200 quilómetros de autonomia e, com cuidado, até duplicar a autonomia da primeira.

A idade do veículo também é determinante para compreender o estado da bateria – tente averiguar se a mesma é alugada (o que implicará que, depois de adquirir o carro, terá de continuar a pagar o aluguer da mesma) e se ainda se encontra dentro da garantia. A seguir, conheça a autonomia anunciada pela marca com as baterias novas e teste o carro para saber qual a distância que uma carga ainda é capaz de percorrer. Faça o teste com uma condução cuidada, pois só assim terá uma noção real – se é a primeira vez que se senta ao volante de um elétrico, informe-se antes sobre como evitar acelerações bruscas e quais as melhores técnicas para recuperar energia em rolamento.
 

Veja todos os carros elétricos usados à venda no Standvirtual

 
Tenha em conta que, mesmo nos carros elétricos novos, a autonomia anunciada raramente é a real, mas de um usado não aceite menos do que 80% da mesma, sob pena de em pouco tempo estar a enfrentar uma despesa indesejada. Claro que também lhe pode aparecer um negócio apetecível precisamente por a bateria estar nas últimas. Nesse caso, ainda que queira comprar o carro, não feche negócio sem antes saber quanto custa a troca da bateria usada por uma nova – só depois de contas feitas poderá avaliar se o negócio continua a ser desejável ou se se trata apenas de um embuste.

Depois de todas as partes de um carro elétrico revistas, não se esqueça de verificar outros aspetos que trataria num automóvel de motor térmico: no exterior, procure quaisquer sinais que indiquem que o carro já tenha estado envolvido num acidente; no interior, levante tapetes e procure por sinais de desgaste nos locais mais escondidos. O estado dos plásticos também é um bom indicador de como o automóvel foi tratado – não deixe passar estes detalhes.

Leia também:

 

Cuidados a ter na compra de um carro elétrico usado
1 (20%) 1 voto
Redes sociais:
Dúvidas no Standvirtual?

Aceda à secção de Ajuda

211 450 361 * * Dias úteis das 09h às 18h