standvirtual.com Vender Veículo

7 estradas para fazer uma road trip em Portugal

7 estradas nacionais ideias para uma road trip.jpg

Num país com pouco mais de 92.000 km2, não faltam traçados asfaltados para percorrer que fazem o gosto ao pé, mas também aos olhos. E, qual cereja no topo, todas têm características únicas. Por isso, saia mais cedo de casa e troque a enfadonha autoestrada pelas retas ou pelas curvas das rodovias nacionais. É caso para dizer que, nestes casos, a melhor parte da viagem é o caminho, não o destino.

Conheça as melhores estradas para viajar em Portugal

EN2, a Route 66 portuguesa

EN2 Góis Portugal

São 738 quilómetros que atravessam o país, cortando-o ao meio e passando por todo o género de paisagens, desde a transmontana Chaves até à cidade de Faro, cheia de reminiscências árabes. Por isso, esta é uma estrada que merece que se lhe dediquem alguns dias: a nossa dica é para que a percorra ao longo de cinco dias, dedicando cada um destes a um dos troços que a compõem: Santa Marta de Penaguião – Peso da Régua; Góis – Portela do Vento; Sertã – Abrantes; Ervidel – Aljustrel; e Castro Verde – Faro.

EN222, a romântica

EN222 Douro Portugal

Numa paisagem bucólica, tendo por cenário o Alto Douro Vinhateiro, a EN222, que liga Vila Nova de Gaia a Almendra (Vila Nova de Foz Côa), ao longo da margem esquerda do rio, é daquelas estradas que se devem fazer em boa companhia, desejavelmente uma com quem tenhamos uma ligação romântica. Caso esta não seja razão suficiente para embarcar nesta viagem, saiba que a EN222 foi eleita, em 2015, pela empresa de aluguer de automóveis Avis Rent A Car, a “melhor estrada para condução do mundo” (em segundo lugar ficou a Big Sur na Califórnia, EUA).

Artigo relacionado: Procura autocaravanas baratas? Apresentamos-lhe 7!

EN230, a hospitaleira

EN 230 Serra da Estrela Portugal

Também conhecida por a antiga estrada de Tortosendo, onde se inicia numa ponte com três entradas, a N230 oferece como cenário os limites do Parque Natural da Serra da Estrela, com imagens que parecem saídas de filmes épicos, até à Covilhã. Ao longo desta viagem demore ainda o tempo que for necessário para conhecer as pessoas com quem se cruzará pelo caminho e que nunca recusarão dois ou três dedos de conversa – é melhor ir com tempo.

EN112, a curvilínea

 

EN 112 Aldeias de Xisto Portugal

São apenas duas dezenas de quilómetros, mas das mais perfeitas curvas – não só o piso está novo, como a estrada foi alargada e as curvas mais apertadas revelam a inclinação recomendada. O caminho, pelo alto da serra do Açor, cumpre-se entre a Portela do Vento, por onde se cruza com a EN2, e a Pampilhosa da Serra, mas há vários motivos para sair da estrada principal e para tornar a viagem demorada, com visitas às localidades serranas inscritas nas Aldeias do Xisto: Fajão, Barroca, Janeiro de Cima, Janeiro de Baixo, Álvaro…

EN247, a atlântica

EN 247 Peniche Portugal

De Peniche a Cascais, são 117 quilómetros de um caminho que nos brinda muitas vezes com a visão desafogada do oceano Atlântico, mas também com a frescura sempre primaveril da serra. Com um rácio perfeito entre retas e curvas, é ainda uma estrada para quem seja apaixonado pela condução: parte do caminho é feito a serpentear, enquanto outra fração a desfrutar as extensas retas.

 

Descubra a autocaravana ideal para a sua viagem

 
EN246-1, um tesouro

EN-246-1 Marvão Portugal

São apenas dez quilómetros que ligam Castelo de Vide a Marvão, subindo ao cume da serra, mas é daqueles percursos que é obrigatório cumprir pelo menos uma vez na vida, com paisagens de cortar a respiração, recantos que parecem tesouros e muita história ao virar de cada curva. No fim da estrada, é indispensável a visita ao castelo de Marvão, de onde se tem uma visão a 360º sobre uma vasta área da raia alentejana.

EN267, a algarvia

EN 267 Monchique Portugal

Há quem ache que o Algarve se resume a praia e a golfe. Mas há muito a descobrir nesta região. De carro, a viagem a fazer é pela serpenteante EN267, entre São Marcos da Serra, concelho de Silves, e Monchique. Pelo caminho, não perca a oportunidade de visitar Alferce, cuja história se entrelaça com a permanência árabe na região até ao século XIII. Por fim, suba ao ponto mais alto do Algarve: a Fóia fica a 902m de altitude e a partir daqui, nos dias mais limpos, é possível avistar o oceano Atlântico.


Leia também:

 

Redes sociais:
Dúvidas no Standvirtual?

Aceda à secção de Ajuda

210 738 088 * * Dias úteis das 09h às 18h