standvirtual.com

O Nº 1 em Carros
Vender Veículo

Conheça a história da BMW: mais de um século de vida

história da bmw

São mais de 100 anos de história, desde a producção de motores para aviação militar à de carros desportivos super potentes. Conheça toda a história da BMW.

Fundada a 7 de Março de 1916, aquela que é hoje uma das grandes referências da indústria automóvel alemã e mundial teve, ao longo dos seus mais de 100 anos de história, períodos altos e baixos, tendo que se reinventar totalmente após a 1ª Guerra Mundial e sendo quase absorvida pela sua eterna “rival”: a Mercedes-Benz.

História da BMW: momentos mais importantes


símbolo bmw

Pós-guerra

Aquando da sua fundação, a actual BMW era na altura a Bayerische Flugzeugwerke ou, em português, a Fábrica Bávara de Aviões. Esta companhia produzia motorizações para todos os aviões da armada germânica que combateram na 1ª Grande Guerra.

Porém, depois da Alemanha ter assinado o Tratado de Versalhes (1919), documento que assinalou o fim oficial da 1ª Guerra Mundial e que proibiu a Alemanha de produzir aviões, a empresa viu-se obrigada a reduzir a produção de motores de aeronaves e teve que se reinventar, voltando-se para a producção de motores para outros aparelhos, nomeadamente motas. Assim, nasceu em 1922 a Bayerische Motoren Werke – Fábrica Bávara de Motores – ou, tal como a conhecemos hoje: BMW.

A história da BMW está representada no seu símbolo. O círculo dividido em 4 partes iguais simboliza as hélices do motor de um avião a girar a alta velocidade e as cores branco e azul simbolizam a região da Baviera, onde se localização as instalações da marca.

2ª Guerra Mundial

Apesar de em 1922 a BMW já produzir motores para motas, foi apenas em 1933 que esta construtora se voltou para aquilo pela qual é mundialmente conhecida: a indústria automóvel.

Durante o regime nazi, a BMW voltou às suas origens e produziu novamente armamento militar e motores para aeronaves, isto durante a 2ª Guerra Mundial. Quando o segundo grande conflito mundial terminou, a derrota da Alemanha fez com que a BMW perdesse totalmente a sua identidade e a marca sobreviveu apenas fabricando electrodomésticos.

Anos 50 até à actualidade

Em 1948, a BMW retomou a producção de motociclos e, em 1952, retomou o fabrico de automóveis. Contudo, a marca da Baviera atravessou momentos particularmente difíceis neste recomeço e, em 1959, esteve prestes a ser vendida à sua grande rival, a Mercedes, tendo sido “salva” pelo investimento de capital do filho de um dos maiores accionistas da BMW, Herbert Quandt. A família Quandt é, ainda hoje, detentora de 47% das acções da BMW.

Actualmente, a fabricante alemã produz, além de motociclos, alguns dos carros mais luxuosos e mais potentes do mundo, detendo a totalidade das marcas Rolls Royce e Mini.

5 modelos que marcaram a história da BMW


1. BMW 507

Estávamos em plena década de 50 quando a Mercedes lançou um dos seus modelos mais famosos de sempre: o 300SL. Coincidentemente, a BMW atravessava um dos períodos mais negros da sua história e foi, então, que Max Hoffman, um dos mais famosos importadores de carros de luxo europeus para os Estados Unidos da América, advertiu a BMW para o sucesso que o 300SL estava a fazer nos EUA, um dos mercados automóveis mais importantes e emergentes da época.

A BMW reuniu todas as suas forças e lançou o 507, um dos melhores BMW de sempre, que aliava um potente motor V8 de 3.2 litros e 150 cavalos a um design elegantíssimo. Estes carros estão, hoje em dia, avaliados em mais de 3 milhões de euros e foram responsáveis por evitar que a BMW caísse nas mãos do grupo Daimler.

2. BMW 2002

Foi o 2002 que catapultou novamente a BMW para as luzes da ribalta. Lançado em 1969, o design desportivo deste carro, o motor de 4 cilindros e 130 cavalos, o peso pluma e a suspensão traseira independente tornavam este num dos sedans mais divertidos de conduzir na época e, ao mesmo tempo, num carro extremamente confortável. Este é considerado o pai dos sedans da BMW da era moderna. O série 3, série 5 e série 7 estão avaliados em perto de 20.000 euros.

3. BMW M3 E30

É considerado por muitos o melhor BMW alguma vez construído. A história deste carro está totalmente ligada à competição, daí o pedigree tão desportivo deste modelo. A BMW tinha fome de sucessos no desporto automóvel e queria com todas as forças conquistar o título do DTM, campeonato alemão de turismo, onde apenas os constructores alemães podem competir. A Mercedes dominava este campeonato com o Mercedes 190 W201 e um dos requisitos para poder competir no DTM é que devem ser vendidos um determinado número de carros para que este possa ser homologado para as corridas.

Foi então que a BMW decidiu produzir e comercializar o primeiro M3 e este não só tornou este num dos melhores carros de estrada de que há memória, como também conseguiu pôr um fim ao domínio da Mercedes, dando origem a uma das lutas mais importantes da história do desporto motorizado. Estes M3 continuam a ver o seu valor subir em flecha e estão avaliados, hoje em dia, em mais de 70.000€.

4. BMW i8

Passamos agora praticamente 40 anos de história à frente, desde o advento do primeiro M3 até ao lançamento do i8. Neste período, a BMW continuou a construir carros rápidos, confortáveis, desportivos, com uma qualidade bastante acima da média. Contudo, nenhum dos carros dessa geração causou tanta sensação, algo que só voltou a acontecer com o BMW i8. E isto porquê?

Com as questões ambientais a gerarem cada vez mais preocupação e mais pressão sobre as constructoras para reduzirem as emissões de gases poluentes, a BMW teve que render-se à moda dos híbridos para mostrar que esse será o futuro dos automóveis, pelo menos a curto prazo, e que a BMW está sempre na vanguarda do automobilismo e quer ser ela também a pautar os caminhos.

Este carro é um super desportivo com um design bastante agressivo, com portas a abrirem na vertical (que impõem respeito!), com capacidade de sentar 2 adultos e ainda “tentar” acomodar mais 2 pessoas nos bancos de trás. Tem autonomia para circular até 50km em modo totalmente eléctrico, sem gastar 1 único cêntimo de combustível. Além dos motores eléctricos, é movido também por um motor a gasolina de 3 cilindros e 1.5L, debitando um total de 349 cavalos. Os preços começam nos 140.000€.

5. BMW 1M

A divisão M está para a BMW como a Abarth está para a Fiat, a RS está para a Audi ou a AMG está para a Mercedes. Um carro M é essencialmente um carro de producção de série, um pouco mais picante.

Até meados dos anos 2000, só os modelos mais prestigiados da marca tinham direito a uma versão M. Por isso, colocar este emblema no BMW mais barato à venda foi, sem dúvida, um passo arriscado para a reputação da marca. Todavia, foi um passo de sucesso, pois este é provavelmente, depois do M3 E30, o melhor carro M da história recente.

Equipado com um motor 3.0 de 6 cilindros em linha, 335 cavalos de potência e tração traseira, o 1M é o brinquedo de sonho de qualquer um. Este carro está, hoje em dia, avaliado em aproximadamente 60.000€, practicamente o mesmo valor que a BMW pedia quando este modelo foi lançado.

Leia também:

Conheça a história da BMW: mais de um século de vida
Gostou deste artigo?
Tópicos relacionados:
Redes sociais:
Dúvidas no Standvirtual?

Aceda à secção de Ajuda

211 450 361 * * Dias úteis das 09h às 18h