standvirtual.com

O Nº 1 em Carros
Vender Veículo

Conheça a história da Mercedes Benz

história da mercedes

Foi uma das primeiras marcas de automóveis e principais em todo o mundo. Conheça a história da Mercedes, a “estrela” que é sinónimo de luxo e performance.

As palavras “Mercedes” e “carros” practicamente se fundem quando falamos da história automóvel. Dona e senhora de uma reputação invejável, a Mercedes está presente nos 4 cantos do mundo e vende diariamente dezenas de milhares de modelos, sendo uma das poucas marcas que soube o que era o sucesso desde os seus primeiros dias. Conheçamos, então, a história da Mercedes.

História da Mercedes: da origem à actualidade


mercedes benz

Tudo remonta ao fim do século XIX quando Gottlieb Daimler e Karl Benz fabricavam automóveis de forma independente. Estes “rivais” lutavam para construir aquele que seria o primeiro automóvel europeu de sucesso e, em 1890, foi fundada a Daimler Motoren-Gesellschaft (DMG) tendo sido antes fundada, em 1883, a Benz & Co.

Estas duas fabricantes distavam em cerca de 150 km, ficavam situadas na zona de Estugarda (actual casa da Mercedes) e, em 1886, lançaram os seus primeiros automóveis. O Benz Patent Motorwagen, que é conhecido como um dos primeiros automóveis do mundo, foi o primeiro a percorrer mais de 100km sem parar. Por outro lado, a Daimler estava empenhada em construir motores potentes para os adaptar aos coches da altura.

Mercedes foi o nome dado ao primeiro carro produzido pela Daimler, tudo isto porque Mercedes era o nome da filha de Emil Jellinek, um deputado alemão interessado em desporto e um defensor entusiasta do progresso técnico e do automóvel, que foi o primeiro comprador do primeiro carro produzido pela Daimler.

E assim, em 1902, o nome Mercedes é registado e todos os carros produzidos pela Daimler passam a intitular-se “Mercedes”.

Os anos passaram e, até à primeira guerra mundial, Karl Benz e Gottlieb Daimler fizeram caminhos separados. Porém, esse fatídico acontecimento ditou quase o fim destas duas empresas.

Para poderem renascer das cinzas, em 1926, Benz e Daimler decidiram dar as mãos e fundaram a Mercedes-Benz, oficializando a marca no salão automóvel de Berlim.

Os últimos 90 anos são a história que todos conhecemos, repleta de sucessos e conquistas, que passam por ter alguns dos carros mais seguros e tecnologicamente avançados do mundo (falamos do Mercedes-Benz Classe S) e, mais recentemente, o título de penta-campeão mundial de Fórmula 1.

Conheça, então, alguns dos carros que marcaram a história da Mercedes-Benz, desde os primeiros modelos ao mais recente e fabuloso Mercedes AMG Project One.

7 carros que marcaram a história da Mercedes


1. Mercedes 600

O Mercedes 600 era, nos anos 60, o expoente máximo dos sedans a nível mundial. Simbolizava na perfeição aquilo por que a Mercedes é hoje conhecida: luxo e potência.

Este automóvel era o preferido de vários líderes mundiais para utilizar nas suas deslocações oficiais, inclusive do português António Salazar, que o utilizava como veículo oficial de Estado. Custava na altura 785 contos e era um dos carros mais caros que se podia comprar.

2. Mercedes 300SL “Gullwing”

Este coupé foi apresentado em 1954 e foi produzido até 1957. Era o carro mais rápido do mundo na sua altura. A abertura das portas para cima fazia lembrar as asas de uma gaivota (daí o nome Gullwing, ou traduzido, asas de gaivota). A sua potência, raridade e beleza tornaram este veículo num dos mais emblemáticos da época e num dos clássicos mais desejados, hoje em dia.

3. Mercedes W123

mercedes w123

Nos anos mais recentes da história da Mercedes, encontramos, entre muitos outros automóveis de sucesso, o W123, que foi produzido entre 1976 e 1986. O W123 tinha várias configurações: quatro portas, coupé, limousine de seis portas e uma carrinha, aquela que seria a primeira da marca.

Hoje em dia, o W123 faz sonhar os apaixonados por clássicos automóveis e é também um dos modelos que mais se difundiu em todo o mundo e cuja fiabilidade dos motores diesel contribuiu muito para que a marca de Estugarda continue a ser conhecida como uma das construtoras mais fiáveis.

4. Mercedes Classe S

Em 1978, a Mercedes-Benz lançava a primeira geração do Classe S, o topo de gama da marca e pioneiro, desde os anos 70 até aos dias de hoje, em várias características de segurança. A primeira versão do Classe S foi também o primeiro automóvel de produção a ser equipado com sistema de travagem ABS e 4 travões de disco.

5. Classe G

Ainda nos anos 70, mais precisamente em 1979, é apresentado em Estugarda mais uma estrela: o Classe G.

O Geländewagen (ou todo o terreno, traduzido para português) foi construído originalmente para forças militares e é um dos modelos  em produção há mais tempo (a par do Classe S). Apesar de hoje em dia ser sobretudo um SUV de luxo e performance, este continua a ser reconhecido pela sua eficácia em todo-o-terreno, mesmo nas situações mais adversas.

6. McLaren Mercedes SLR

SLR

Fruto do sucesso da parceria nas pistas de Fórmula 1, a Mercedes e a McLaren decidem juntar forças e construir aquele que é considerado por muitos um dos carros mais bonitos alguma vez construídos: o McLaren Mercedes SLR.

Lançado em 2003, este carro tinha linhas totalmente futuristas para a sua época e um motor capaz de o transportar para outra dimensão. Estava equipado com um motor de 5,4 litros que debitava 626 cavalos e 780 Nm de binário.

7. Mercedes AMG Project One

O domínio da Mercedes na Fórmula 1 tem sido avassalador nos últimos 5 anos e, para comemorar os seus sucessos, a constructora alemã decidiu criar o Mercedes-Benz AMG Project One: um carro que é essencialmente “um Fórmula 1 com espelhos retrovisores”.

As semelhanças entre este carro e um Fórmula 1 são tantas que o motor utilizado, um V6 de 1.6L turbo, é retirado de um dos carros de circuitos e oferece practicamente os mesmos 1000cv de potência dos carros de competição.

Este hiper desportivo será capaz de superar os 350 km/h e demorará menos de 6 segundos desde o arranque até atingir os 200 km/h. O Mercedes AMG Project One comemora os 50 anos da AMG e está limitado a 275 unidades que, claro está, estão todas vendidas. Uma destina-se a Portugal e por ela o proprietário pagou mais de três milhões de euros!

Veja também:

Conheça a história da Mercedes Benz
Gostou deste artigo?
Redes sociais:
Dúvidas no Standvirtual?

Aceda à secção de Ajuda

211 450 361 * * Dias úteis das 09h às 18h