standvirtual.com Vender Veículo

Conheça os incentivos do estado para a compra de carros eléctricos

Incentivos do estado para a compra de carros electricos

Os eléctricos não são baratos, mas sabe que o governo beneficia quem compra estes carros? Conheça os incentivos do estado para a compra de carros eléctricos.

Com o nosso planeta cada vez mais a ressentir-se dos excessos por nós cometidos ao longo das últimas décadas, as constructoras vêem nos carros eléctricos a salvação a curto prazo para travar o impacto ambiental da circulação dos automóveis.

Os carros eléctricos estão na moda e as suas vantagens vão muito além da poupança de combustível. Se é um aficcionado da performance automóvel, saiba que com um carro eléctrico (no mundo real) é capaz de “envergonhar” qualquer amigo que tenha um carro mais desportivo.

A tecnologia nos automóveis eléctricos também tem avançado a largos passos e, hoje em dia, os carros movidos a electricidade têm cada vez mais autonomia e tempos de carregamento menores, por isso não é de estranhar as várias promoções e campanhas das marcas para tentar aumentar a venda destes veículos.

Cientes de que estes carros são o futuro e não emitem quaisquer gases poluentes para a atmosfera enquanto estão em circulação, o governo português oferece várias regalias e benefícios a quem quiser trocar o seu carro a combustão por um automóvel eléctrico.

Conheça, então, todas as regalias e incentivos do estado para a compra de carros eléctricos.

Fique a saber quais são os incentivos do estado para a compra de carros eléctricos


1. Introdução no consumo de veículos de baixas emissões

Através do financiamento do Fundo Ambiental Português, o estado criou uma iniciativa de promoção dos chamados veículos verdes e os beneficiários podem ser tanto particulares, como empresas (excepto aquelas cujo ramo de atividade seja o comércio de veículos automóveis ligeiros).

Cada cidadão poderá receber até 2.250€ por pessoa e, no caso das empresas, cada uma poderá registar até 5 viaturas para receber este incentivo. Fazendo contas, cada empresa poderá receber 11.250€ na totalidade, mas para isto não poderão existir dívidas à Autoridade Tributária e Aduaneira, nem à Segurança Social.

Este incentivo não tem a obrigatoriedade de entrega de veículos com mais de 10 anos e a novidade este ano é que esta medida abrange também os motociclos de duas rodas e ciclomotores eléctricos. O montante corresponde a 20% do valor do veículo, até ao máximo de 400€.

Saiba que esta lei não permite a atribuição do incentivo a veículos eléctricos usados, nem que tenham sido sujeitos a um processo de legalização de importação.

Apesar de tudo, receber este incentivo não é tão simples como parece. O governo português apenas oferecerá este valor aos primeiros 1000 carros novos comprados em cada ano civil. As candidaturas para este incentivo só poderão ser efectuadas após a compra do veículo, sendo necessária a apresentação de um comprovativo de matrícula em nome do candidato.

Se o direito ao incentivo for reconhecido, o pagamento será efectuado por transferência bancária para a conta do beneficiário.

Poderá consultar toda a documentação necessária e efectuar eventuais candidaturas através do site do Fundo Ambiental Português.

2. Isenção do ISV

Sabia que um dos incentivos do estado para a compra de carros eléctricos é a isenção do Imposto Sobre Veículos?

Este imposto é calculado em função da cilindrada e das emissões de CO2 de um carro. Como os motores de um veículo eléctrico não têm valores de cilindrada, nem tampouco emitem quaisquer gases poluentes, o valor desta parcela é 0€, fazendo-o poupar vários milhares de euros no momento da compra.

3. Isenção de IUC

Os carros eléctricos estão totalmente isentos de pagar o Imposto Único de Circulação, sejam eles novos ou usados, nacionais ou importados.

Para isto, basta apenas que o carro eléctrico em questão seja posterior a Julho de 2007.

4. Deduções fiscais nas empresas

Ao adquirir um veículo eléctrico, uma empresa fica isenta do pagamento da tributação autónoma do mesmo. A aquisição destes veículos permitirá também realizar deduções em sede de IRC. Poderão deduzir o IVA incluído no preço dos automóveis 100% eléctricos, cujo PVP não ultrapasse os 62.500€, ou 50 000€ no caso de veículos híbridos de tecnologia plug-in.

Neste caso, as viaturas eléctricas passam a equiparar-se fiscalmente às viaturas comerciais.

Para as empresas, esta medida alivia alguns encargos e traduz-se numa poupança significativa, porque incide não só sobre o preço base, ISV e IVA, mas também sobre todas as despesas de utilização como manutenções da viatura, combustível, portagens, pneus, seguros, etc.

Os incentivos do estado para a compra de carros eléctricos são uma grande ajuda nas despesas da viatura. Estas podem atingir cerca de 10.000€ anuais por viatura o que, mesmo para automóveis com PVP até 25.000€, representa um encargo anual de 1000€.

5. Estacionamento gratuito

Muitos municípios em Portugal têm vários locais de estacionamento gratuito destinados única e exclusivamente a carros eléctricos, a saber: Beja, Guimarães, Lisboa, Loures, Funchal, Mirandela, Oeiras, Porto e Setúbal.

Leia também:

Redes sociais:
Dúvidas no Standvirtual?

Aceda à secção de Ajuda

210 738 088 * * Dias úteis das 09h às 18h