standvirtual.com Vender Veículo

Os melhores carros elétricos para a cidade

Os melhores carros elétricos para a cidade

Se hoje já existem no mercado soluções elétricas para viajar mais longe, com o aumento exponencial do nível de autonomia, a verdade é que os carros 100% elétricos começaram com autonomias francamente curtas, mais indicadas para quem não sai da cidade.

E, se é certo que se assistiu, sobretudo nos últimos dois anos, a um crescimento da autonomia das baterias, com automóveis 100% elétricos a oferecerem a possibilidade de fazer Lisboa – Porto com uma única carga e sem grandes dores de cabeça, também não deixa de ser verdade que há uns que se mantêm como as melhores soluções para quem faz da cidade o seu habitat natural, com excelentes raios de viragem, dimensões compactas a condizer com os exíguos espaços de estacionamento que por vezes se têm de enfrentar, mas expeditos o suficiente para se desembaraçarem do caos que as estradas urbanas se conseguem transformar nas horas de ponta.

Os melhores carros elétricos para a cidade

Fiat 500e

Fiat 500e carro elétrico cidade

O icónico citadino italiano chegou em versão 100% elétrica sem descurar nos detalhes que fazem dele um objeto de desejo. Além disso, apresenta-se com três tipos de carroçaria – 3 portas, cabrio e 3+1 (que tem uma pequena porta, que abre para trás, dando acesso ao banco traseiro) – e três níveis de equipamento (Action, Passion e Icon). Nas mecânicas elétricas, duas variantes à escolha: uma, com potência de 70 kW (95 cv) e baterias com 23,8 kWh de capacidade, capazes de uma autonomia de 180 quilómetros; outra, com 87 kW (118 cv) e bateria de 42 kWh, capaz de percorrer até 320 quilómetros. Curiosidade: o 500e é o primeiro entre os citadinos a oferecer condução autónoma de nível 2.

 

Quanto custa um Fiat 500e usado?

 
Honda e

Honda e carro elétrico cidade Standvirtual

A mais recente coqueluche da Honda é um elétrico pensado e desenhado para a cidade. Com autonomia em torno dos 200 kms, chega com dois níveis de potência: 136 e 154 cv, ambos capazes de um comportamento extremamente animado: o primeiro acelera de 0 a 100 km/h em 9 segundos e o segundo em 8,3 segundos (velocidade máxima de ambas as declinações é de 145 km/h). Além disso, chega com a possibilidade de controlar o carro com um único pedal que, quando ativado, permite ao condutor acelerar, reduzir a velocidade e parar o carro usando apenas o pedal do acelerador. Tecnologicamente, é um mimo: retrovisores através de câmaras, painel digital que percorre todo o tablier, oferecendo dois ecrãs, sendo que o sistema de infoentretenimento traz a possibilidade de transformar o automóvel numa sala de cinema!

 

Veja todos os Honda e à venda no Standvirtual

 
Renault Twingo Electric

Renault TWINGO carro elétrico cidade

Um carro que quase gira sobre si mesmo e que transpira modernidade, bem ao gosto de quem se passeia pelos centros urbanos – e acabadinho de chegar (estreou-se no início de 2021). Assente numa plataforma específica para os elétricos, apresenta-se com uma bateria de iões de lítio de 22 kWh de capacidade, refrigerada a líquido, que admite uma autonomia de 270 quilómetros em cidade (em ciclo misto, desce para 190 kms). Em termos de performance, mostra-se mais do que suficiente para enfrentar a malha urbana, ainda que não seja o mais animado dos citadinos a eletricidade: com potência de 60 kW (82 cv) e binário máximo de 160 Nm, acelera de 0 a 100 km/h em 12,9 segundos, atingindo uma velocidade máxima de 135 km/h.

 

Procura um Renault Twingo Electric usado?

 
Smart Fortwo

Smart Fortwo EQ elétrico usado

Com o fim da produção dos motores de combustão, o Smart, que já era o carro mais urbano que se podia encontrar, tornou-se um citadino por excelência, sendo assistido apenas por mecânicas elétricas. Com uma curta autonomia (133 km, segundo o ciclo WLTP), não consegue ir além dos 130 km/h, mas a marca está confiante de que vai manter a sua clientela que usa este carro para fazer os curtos trajetos dentro do perímetro de uma cidade e que com um Smart nunca ficam sem lugar (afinal, praticamente cabem dois no espaço de um familiar.

 

Interessado num Smart fortwo elétrico em segunda mão?

 
Volkswagen e-Up!

Volkswagen e-up carro elétrico

O pequeno citadino da Volkswagen ganhou versão elétrica em 2013, com uma autonomia real em torno dos 100 quilómetros (a marca anunciava entre 120 e 160 kms), exigindo um claro esforço do condutor para não se ver a braços com uma bateria esgotada, mas com uma agilidade fora de série, graças também às suas muito compactas dimensões. A última versão, porém, surge bem mais atrativa: autonomia de 258 km, homologada pelas exigentes regras WLTP, tendo a velocidade máxima limitada a 130 km/h.

 

Vejas todos os Volkswagen e-Up! à venda no Standvirtual

 
Leia também:

Os melhores citadinos usados a gasolina até 20.000€

Carros elétricos novos por menos de 30.000€

4 citadinos usados até 10.000€

Redes sociais:
Dúvidas no Standvirtual?

Aceda à secção de Ajuda

210 738 088 * * Dias úteis das 09h às 18h