standvirtual.com Vender Veículo

Porsche anuncia pistões criados com… impressora 3D

Porsche pistões impressora 3D

A produção automóvel atravessa hoje uma nova revolução, com a introdução de novos processos e mecanismos. É o caso da tecnologia de impressão 3D, que já era utilizada pela Porsche na construção de protótipos ou no fabrico de peças sobressalentes para clássicos.

Mas agora a marca de Estugarda decidiu testar o processo na produção de uma peça para um modelo que fabrica no presente: os pistões para o motor de alta performance do exclusivo 911 GT2 RS. Único problema: a sua utilização é tão dispendiosa que não deverá ver a luz do dia para o comum dos mortais na próxima década.

A experiência, elaborada em parceria com a Mahle e Trumpf, permite, explica a marca em comunicado, que “os pistões sejam fabricados com uma estrutura otimizada para as cargas que atuam sobre os mesmos”. “Como resultado, os pistões do projeto de desenvolvimento pesam dez por cento menos do que os pistões de produção em série forjada.”

Além disso, os componentes saídos da impressora 3D têm uma conduta de refrigeração integrada e fechada na coroa, a qual não poderia ter sido produzida por métodos convencionais.

Os pistões são feitos de um pó metálico de elevada pureza que é derretido por feixes de laser que formam as camadas que, empilhadas, formarão o pistão. Esse processo ajuda a reduzir o peso do pistão em 10%, diminuindo assim o conjunto de partes móveis e aumentando a eficiência do motor. Outra característica é que devido a esta “fundição a laser em camadas” foi possível fazer o tal sistema de arrefecimento. Graças a ele, a temperatura do pistão na região dos anéis é até 38°C mais baixa.

Tudo junto, os novos pistões, criados através deste método, permitem “aumentar a velocidade do motor, baixar a carga térmica dos pistões e otimizar a combustão”, o que leva a uma maior potência (até mais 30 cv no caso do biturbo de 700 cv) e eficiência.

 
Procura um Porsche em segunda mão?

 
Uma parceria tripartida

Se é verdade que com os novos pistões e com a respetiva temperatura de funcionamento inferior a Porsche conseguiu otimizar a combustão e a eficiência, nada conseguira ter sido feito sem o conhecimento da Mahle e da Trumpf.

A Mahle, empresa alemã especializada no fabrico de mecatrónica, termostatos, pistões em liga leve, filtros, elementos do motor e turbocompressores, criou o metal em pó com o qual os pistões são impressos e que se baseia na mesma liga metálica com a qual os pistões dos modelos comercializados hoje são forjados.

Já a Trumpf, empresa também germânica, de alta tecnologia, conhecida por criar soluções de fabricação nas áreas de máquinas-ferramenta, tecnologia laser e eletrónica, desenvolveu o processo de produção e impressão, tendo criado uma impressora capaz de criar cinco pistões ao mesmo tempo. A impressão pode demorar cerca de 12 horas.

 
Leia também:

 

Redes sociais:
Dúvidas no Standvirtual?

Aceda à secção de Ajuda

210 738 088 * * Dias úteis das 09h às 18h