standvirtual.com

O Nº 1 em Carros
Vender Veículo

Como reparar um pneu furado com um kit de emergência?

pneu furado

O pneu suplente ainda é uma opção, embora seja cada vez menos vulgar. Cada vez mais as marcas estão a optar por kits reparadores de pneus, mais práticos, menos volumosos, e que lhe permitem circular mais quilómetros.

Antigamente, quando tinha um pneu furado não havia outra solução. Parava o carro, colocava os quatros piscas, ia à mala e toca a “sacar” do macaco e ter o trabalho de trocar de pneu. Porém, hoje em dia não é necessário, não sendo sequer aprendizagem obrigatória durante o processo de tirar a carta de condução.

Embora o pneu suplente seja ainda uma opção (e até mais duradoura), pode conseguir opções mais práticas e baratas para conseguir ainda andar uns quilómetros sem ter de esforçar-se muito por isso. São os chamados kits reparadores de pneus ou “kits” de emergência.

As vantagens residem na facilidade com que repara um pneu e no preço que terá de desembolsar para ter um destes. Porém, a grande desvantagem é o facto de ser uma solução temporária, com autonomia para poucos quilómetros.

Como reparar um pneu furado com um kit de emergência?


pneu furado parafuso

Antes de proceder à troca e antes de explicarmos os passos que deve tomar, é importante realçar que, caso note que tem um pneu furado, deve imediatamente ligar os quatro piscas e tentar parar o carro em segurança (se possível na margem da estrada ou auto-estrada).

Deve, também, colocar o colete de segurança antes de sair do carro e, posteriormente, o triângulo sinalizador de perigo a trinta metros do veículo. Só depois deve, então, proceder à reparação do pneu.

Dependendo da situação, pode optar entre três estilos diferentes de kits de emergência. Porém, relembramos que qualquer uma é uma solução temporária, sendo que, em todos os casos, só deve ser usada em furos pequenos e nunca quando o pneu estiver bastante danificado.

Além disso, é importante realçar que, uma vez que se trata de uma solução temporária, não deve circular mais do 20 km/h após a reparação e sempre a uma velocidade moderada (abaixo dos 80 km/h em auto-estrada e 50 km/h em outras situações).

Versão low-cost: a bomba anti-punção

As bombas anti-furo são extremamente baratas. Porém, sendo uma versão “low-cost”, são as que exigem um maior cuidado. Portanto, se na maior parte das situações é aconselhável circular abaixo dos 80km/h em auto-estrada e dos 50 km/h noutras situações, neste caso é completamente mandatário.

A distância recomendada de 20 km/h após a reparação passa a ser, novamente, uma quase obrigação, em vez de uma precaução.

Quanto à solução, primeiro é de realçar que por menos de 10€ consegue comprar uma bomba anti furo.

Relativamente à forma de utilizar, primeiro retira-se o objeto que perfurou o pneu e, se possível, deixa-se o ar sair. Posteriormente, coloca-se a bomba na válvula e insere-se todo o conteúdo (uma espuma reparadora) no pneu. Automaticamente, vai reparar o furo e encher instantaneamente o pneu. Por questões de segurança, use luvas para evitar irritações na pele.

O kit com compressor

encher pneu

O kit compressor é uma alternativa mais viável do que a bomba reparadora. Composto por uma garrafa com um líquido vedante e um compressor, tem várias formas de funcionamento. Portanto, é importante estar atento às instruções do kit. Mas, normalmente, depois de retirar o que causou o furo, liga-se o recipiente à válvula do pneu e o compressor ao isqueiro do carro.

Ao ligar o motor, está automaticamente a ligar o compressor que, por sua vez, vai reparando o furo e enchendo o pneu até que este atinja a pressão normal.

O único senão está no facto de ter de comprar uma nova garrafa vedante cada vez que utiliza esta solução. Quando ao compressor, este pode continuar a ser usado.

Por outro lado, uma das grandes vantagens reside em poder utilizar o kit compressor não só para pneus, como também em colchões ou bolas de futebol.

Os kits compressores variam de preço e costumam resolver furos até 6mm de diâmetro. O preço de um usado pode começar nos 15€, mas o valor médio de um novo ronda os 45€.

O kit reparador de pneus

É sem dúvida a opção que dá mais trabalho. Exige força e destreza e é usado em pneus sem câmara de ar. Porém, ainda assim, é menos custoso do que trocar um pneu. Pode, também, ser compatível com o compressor ou a botija de ar.

Primeiro retire o prego ou objeto que causou o furo. Depois, com a broca, arredonde o furo e introduza o remendo que vem com o kit. Corte o que sobrar do remendo e encha o pneu ou com o spray de ar comprimido ou com o compressor.

Acredite, esta é uma solução mais do que viável e, talvez, o único que dê para ultrapassar os 50 km/h ou 80 km/h e os 20 quilómetros de autonomia em segurança depois de reparar o pneu furado. Até porque esta é uma das formas usadas pelos mecânicos.

O valor começa nos 14.99 € mas, dependendo da qualidade, do material pode facilmente duplicar.

Leia também:

Como reparar um pneu furado com um kit de emergência?
5 (100%) 1 voto
Redes sociais:
Dúvidas no Standvirtual?

Aceda à secção de Ajuda

211 450 361 * * Dias úteis das 09h às 18h