standvirtual.com Vender Veículo

Testou um carro elétrico? Já não há volta a dar…

Quem testa um carro elétrico não volta atras

Uma sondagem realizada pela associação dos utilizadores de veículos elétricos do Reino Unido, a Zap-Map, conclui que a larga maioria dos automobilistas que compra um carro elétrico não tem intenção de regressar aos motores térmicos.

Resolvida a questão da autonomia, com cada vez mais automóveis a revelarem alcances muito razoáveis, acima dos 200 quilómetros, e depois do preço, que se mantém elevado, a indústria dos carros elétricos enfrenta um outro, e talvez mais importante, desafio: convencer os condutores a mudar dos motores a combustão a que recorreram toda a vida para as alternativas de ligar à corrente.

Mas, do Reino Unido surge uma forte cartada de persuasão. É que, segundo um estudo da Zap-Map, associação que reúne a comunidade de utilizadores de veículos elétricos daquele país, 90% dos motoristas não substituirão o seu atual elétrico por um carro a gasolina ou a gasóleo.

De um universo de mais de dois mil inquiridos, apenas um residual 1% declarou estar arrependido por ter comprado um elétrico e ansioso por voltar às mecânicas térmicas. Os restantes ainda não sabem o que irão decidir na altura de trocar de carro, mais pelas condicionantes do tipo de vida e da equação preço vs incentivos à aquisição do que por se manifestarem descontentes com o seu atual automóvel.

Condutores de veículos elétricos são os mais felizes

Quanto à satisfação relativamente ao bólide que se conduz, os utilizadores de elétricos são os que se manifestam mais contentes com a sua decisão, sendo os proprietários dos 100% elétricos mais felizes (92 pontos) dos que os de soluções eletrificadas associadas a motores de combustão (os condutores dos PHEV somaram 84 pontos).
 

Procura um carro elétrico em segunda mão?

 
Já no que diz respeito aos veículos que mais prazer dão aos seus condutores, há três que assumem o pódio com 100 pontos em 100: Volkswagen ID.3, Kia Niro Plug-in Hybrid e BMW Série 3 330e. No seu encalço, Tesla Model 3 (96), Kia e-Niro (96) e Hyundai Kauai Electric (94). Os populares Renault Zoe e Nissan Leaf somaram 92 e 90 pontos, respetivamente.

2021 com mais uma fornada de carros elétricos

A aposta nos elétricos mantém-se transversal a todas as marcas, também pela necessidade de diminuir a pegada ambiental da gama e, assim, evitar pesadas coimas da União Europeia, que deverão começar a chegar por estes dias. Por isso, não é de espantar que o ano que agora acabou de arrancar se paute por uma série de lançamentos de ligar à corrente, seja o carro apenas dependente deste tipo de energia ou case esta com um motor térmico, e que o cenário se repita até 2025, altura em que se prevê a entrada em vigor da restritiva norma Euro 7.

Artigo relacionado: Norma Euro 7 pode ditar o fim do motor de combustão

Entre os destaques de 2021, o Citroën C4 vai incluir uma declinação elétrica, enquanto do familiar Peugeot 308 se espera por uma versão também plug-in. Já a versão PHEV do Hyundai Tucson está prestes a estrear-se nas estradas nacionais, enquanto uma marca a que nos habituámos a ver em modo híbrido abraça a tecnologia 100% elétrica: o Lexus UX 300e promete uma autonomia de mais de 300 quilómetros. Entre os PHEV, é de esperar um novo Jaguar E-Pace, assente numa nova plataforma, um Toyota RAV4, com autonomia elétrica para mais de 70 quilómetros, e um novo Mercedes-Benz Classe C.

Já em modo eléctrico será servido o Porsche Macan EV, enquanto a Audi tem agendados os lançamentos do Q4 Sportback e-tron, para rivalizar com o Tesla Model Y, ou do Audi Q5 Sportback.

Do grupo PSA, vai haver um novo DS4 com derivação híbrida plug-in e o Opel Mokka traz uma solução servida exclusivamente a eletricidade. Também 100% elétrico será o Volkswagen ID.4, que, se seguir os passos do hatchback ID.3, terá carreira de sucesso.

 
Leia também:

Os 4 melhores carros elétricos para a cidade

Carros elétricos usados até 30.000€

Carros elétricos: vantagens e desvantagens

Redes sociais:
Dúvidas no Standvirtual?

Aceda à secção de Ajuda

210 738 088 * * Dias úteis das 09h às 18h