standvirtual.com

O Nº 1 em Carros
Vender Veículo

Tracção traseira, dianteira ou integral. Qual a melhor?

Traccao traseira dianteira ou integral

Qual a mais desportiva? Qual a mais fácil para conduzir? Qual a mais segura? Qual a mais económica? Tudo sobre tracção traseira, dianteira e integral.

Nos dias de hoje, praticamente todos os construtores estão a adoptar a tracção dianteira ou tracção integral. Até mesmo a BMW e a Mercedes estão a deixar de parte a utilização da tracção traseira, sobretudo nos modelos de entrada na gama.

Mas, porque será que isto está a acontecer? Será que a tracção traseira já não “presta”? Não, de todo, caso contrário, os superdesportivos de algumas das marcas mais prestigiadas do mundo automóvel, como a Ferrari, Aston Martin ou Porsche não teriam tracção traseira, mas sim frontal ou integral apenas.

O tipo de tracção influencia o estilo de condução de cada um dos carros, e obviamente, cada uma delas tem as suas vantagens, e também desvantagens, e é com base nisto que as construtoras planeiam os seus veículos.

Conheça as várias vantagens e desvantagens da tracção traseira vs dianteira, e veja ainda onde é que a tracção integral fica no meio disto tudo, antes de decidir qual o melhor para si e para o seu carro.

 

Tracção traseira, dianteira ou integral. Qual a melhor?


Traccao traseira dianteira ou integral qual a melhor

Tracção traseira

Vantagens

1. Melhor distribuição de peso 

Os carros de tracção traseira têm o motor à frente e a caixa de velocidades à retaguarda, isto permite assim distribuir de forma equitativa o peso do automóvel, garantindo que ambos os eixos têm praticamente o mesmo apoio.

2. Transferência melhor do peso durante a aceleração

À medida que um carro acelera, o peso deste é transferido para a traseira. Se a tracção estiver nas rodas posteriores, durante a aceleração, estas serão mais eficazes pois a força da gravidade estará a “empurrar” as rodas ainda mais para o chão.

3. Melhor raio de viragem

Como as rodas da frente apenas têm a função de virar o carro e não têm que estar preocupadas com a tracção, a vectorização das forças aplicadas nas rodas dianteiras será apenas uma: o sentido lateral. As rodas traseiras encarregar-se-ão de empurrar o carro, garantido um raio de viragem menor e por isso um carro mais manobrável.

4. Melhor condução em piso seco

Como o piso está distribuído de forma mais equalitária pelos dois eixos, o manuseamento será também mais previsível e mais fácil de conduzir em condições de piso seco.

5. Melhor capacidade reboque

Quando rebocamos um objecto com o carro, a traseira deste está sujeita a maiores forças e peso. Estando a tracção de um carro no eixo traseiro, então a capacidade de reboque será por consequente maior.

6. Lidam melhor com a potência

Nos carros de tracção traseira, cada um dos eixos tem uma função: as rodas da frente direccionam o veículo, e as rodas traseiras tratam de colocar a potência no chão. Como não há convergência de funções, há menos risco de haver potência dissipada, e como tal, os motores dos carros com tracção traseira podem ter (muita) mais potência. É aliás, este o motivo pelo qual os super e hipercarros têm tracção traseira (o Ferrari LaFerrari tem quase 1000 cavalos apenas nas rodas traseiras).

 

Desvantagens 

Traccao traseira dianteira ou integral desvantagens

1. Mais difíceis de conduzir no limite

Os carros de tracção traseira são mais difíceis de conduzir no limite, não só por regra geral terem mais potência, mas também porque estando a potência nas rodas de trás, o carro tem maior tendência para sobrevirar (fugir de traseira), e para o condutor comum, é mais difícil controlar um carro que sofra de sobreviragem do que de subviragem (fugir de frente).

2. Menos tracção em condições adversas

Em condições de chuva, neve ou areia, os carros com tracção traseira são menos eficazes. Isto acontece porque, como o carro tem o peso distribuído de forma mais “espalhada” pelos dois eixos, existe menos pressão por eixo, o que faz com que, havendo aderência deficiente, a tracção existente seja menor.

3. Menos espaço interior

Os carros com tracção traseira e motor dianteiro necessitam obrigatoriamente de um veio de transmissão que conecte o motor às rodas com tracção, e este é um componente físico que ocupará (algum) espaço no interior, pois este veio, por questões de segurança, terá que estar o mais elevado ao solo possível.

4. Maior custo de produção

Como existe maior necessidade de criação e instalação de componentes, e maior complexidade mecânica envolvida, os carros de tracção traseira serão sempre mais caros que o carros de tracção dianteira, e este é o motivo para os carros mais baratos (mesmo os mais baratos das marcas premium) estarem a deixar a tracção traseira e adoptar a tracção dianteira.

 

Tracção dianteira 

No geral, as vantagens e as desvantagens de um carro de tracção dianteira são o inverso dos carros de tracção traseira, mas ainda assim estes diferenciam em alguns casos.

Vantagens

1. Mais baratos

Como são necessários menos componentes e a montagem mecânica é menos complexa, os carros de tracção dianteira serão sempre mais baratos de produzir, e como tal o seu preço de venda será também menor.

2. Mais eficientes

Como estes carros são menos pesados, são por isso mais eficientes no que toca a consumos.

3. Mais seguros

Em condições extremas de condução (acumulação de água ou neve), os carros de tracção dianteira são mais eficientes, mais fáceis de conduzir, mais previsíveis, e como tal, mais seguros do que os carros de tracção traseira.

 

Desvantagens

1. Binário limitado

Os carros com tracção dianteira não podem ser equipados com muito binário, caso contrário sofrerão de subviragem, vulgo “fugir de frente”, uma vez que as rodas não serão capazes de domar a direcção e a tracção ao mesmo tempo com a melhor eficácia.

2. Tamanho do motor limitado

Um carro com motor dianteiro e tracção dianteira não poderá ter um motor de grandes dimensões pois não haverá espaço suficiente para acomodar todos os componentes, assim como será um enorme desperdício de potência, pois este não conseguirá colocar todos os cavalos no chão.

 

Tracção integral

Os carros de tracção integral, tal como os carros de tracção traseira ou dianteira, contemplam várias vantagens e desvantagens, mas no entanto, este tipo de tracção aparenta reunir o melhor dos dois mundos, sendo a predilecta de quase todos os fabricantes nos dias de hoje, quer para carros desportivos, quer para carros utilitários de gamas premium.

Vantagens

Traccao traseira dianteira ou integral vantagens

1. Condução mais segura

Se os carros de tracção dianteira são mais “seguros” que os carros de tracção traseira (em teoria), na prática podemos afirmar que os carros de tracção integral são os mais seguros de  todos. E podemos afirmar isto pois os carros com tracção às 4 rodas têm sempre mais do que 2 rodas em permanente contacto e tracção com o solo, direccionado o veículo na direcção desejada, evitando perdas de potência e por consequente sobreviragem.

2. Mais estáveis

Tal como na tracção traseira, os carros de tracção integral têm o peso distribuído de forma equitativa pelos 2 eixos, fazendo com que estes sejam mais estáveis a altas velocidades e em curva.

3. Excelente performance em condições adversas

Existindo tracção às 4 rodas, o comportamento do carro em condições extremas de chuva ou neve será muito mais previsível e seguro, evitando a ocorrência de aquaplanning e, por consequência, diminuindo o risco de acidente.

4. Maior poder de aceleração

Havendo tracção nas 4 rodas, existe menos percentagem de potência dissipada entre aquela que sai do motor e aquela que chega às rodas, por isso, os carros de tracção integral são mais rápidos em aceleração do que os carros de tracção traseira.

 

Desvantagens

1. Mais pesados

Como existem mais componentes do que num carro de tracção traseira ou dianteira, os carros de tracção integral são mais pesados, e por consequência, os seus consumos serão significativamente maiores. Fruto do aumento de peso, os carros de tracção integral poderão também ter mais tendência em sofrer de subviragem.

2. Menos prazer de condução

Ao retirar o elemento “perigo”, os carros de tracção integral tornam-se menos divertidos de conduzir, não sendo tão fáceis de provocar, por exemplo, para fazer “drifts” ou “donuts”. Em condução extrema (entenda-se, condução em circuitos), os carros de tracção integral não serão também tão eficientes, sendo por isso mais lentos do que os carros de tracção traseira.

 

Leia também:

Tracção traseira, dianteira ou integral. Qual a melhor?
3.7 (73.33%) 3 votos
Redes sociais:
Dúvidas no Standvirtual?

Aceda à secção de Ajuda

211 450 361 * * Dias úteis das 09h às 18h