standvirtual.com

O Nº 1 em Carros
Vender Veículo

Porque é que os travões do carro chiam?

travoes do carro

Estar a conduzir, tentar travar o carro e ouvir os travões a chiar é muito frequente, mas por vezes pode ser embaraçoso. Apesar de grande parte das vezes o “problema” residir nos travões, na verdade pode ter vários motivos.

É embaraçoso, mas acontece. Às vezes, está a conduzir e quando tenta abrandar ou parar o carro ouve os travões a chiar. Rapidamente, sente os olhares focados em si, a passar por vários sítios e as pessoas a observarem e a estranharem.

Como funcionam os travões


travoes

Antes de mais, é importante explicar o funcionamento dos travões. Nos carros atuais, estes são acionados através de um sistema hidráulico, o qual comprime umas pastilhas sob um disco que gira à velocidade das rodas do carro. Assim, transforma a energia cinética em energia térmica através do atrito. Ou seja, trava o carro.

Como são expostos a altas temperaturas, todas as componentes dos travões são sujeitas a um desgaste rápido.

Além disso, actualmente, os calços dos travões actuais são feitos sobretudo de materiais abrasivos como o grafite e pó de ferro fundido, para garantir maior eficiência e segurança ao travar. Porém, como são abrasivos, isso também significa que têm um desgaste mais rápido.

As pastilhas de travão estão gastas

Este é o motivo mais comum quando os travões do carro chiam. Mas a novidade é que o barulho é provocado para avisar o condutor do perigo. Nos calços há um objeto de metal saliente que, quando a pastilha já só tem 2 a 3mm de grafite, começa a tocar no disco, provocando um chiar.
Esse barulho indica que as pastilhas estão a ficar gastar e será necessário trocá-las.

Os discos de travão estão gastos

Continuando no sub-tópico anterior, a fricção entre as pastilhas e os discos provocam o desgaste entre estes últimos. Quando isso acontece, o atrito pode criar uma superfície irregular que faz os travões chiar.

Aqui, há duas soluções. Eventualmente, o barulho pode desaparecer – sinal de que a superfície já se regularizou e o problema se solucionou – ou então pondere mudar os discos do carro. Assim, pelo menos sabe que a resolução do problema não é unicamente provisória.

Há sujidade entre as pastilhas de travão e os discos

No seguimento dos subtópicos anteriores, às vezes os travões ficam com terra, sal, ou pequenas pedras. Estes elementos, normalmente pequenos, costumam infiltrar-se entre o disco e as pastilhas de travão, causando atrito, provocando o chiar e danificando tanto os discos como as pastilhas.

Se desconfiar que essa é a razão, peça ao seu mecânico para desmontar o sistema de travagem e limpar com uma escova os discos, as pastilhas e as pinças e remover a sujidade.

Mesmo que não seja essa a razão, ao desmontar o sistema de travagem o mecânico vai detetar o problema. Portanto, se desconfiar nunca vai perder.

marcas de travar o carro

Ferrugem

Uma vez que trabalham em vários tipos de temperaturas diferentes, os travões são propícios a ficarem enferrujados. Tal acontece sobretudo se o dono viver perto do mar e deixar o carro parado por longos períodos de tempo.

Tal como a sujidade, a ferrugem também provoca uma superfície disforme no metal dos discos.

Portanto, neste caso o melhor a fazer é alterar os discos dos travões. Remover a ferrugem significa que não vai corrigir o problema, principalmente se os travões já começaram a chiar – sinal de que a superfície já não é regular.

As pinças de travão encontram-se gastas

Também as pinças são passíveis de ficar gastas. Como? Os suportes das pinças que seguram os calços dos travões são compostos por várias partes móveis, garantindo uma maior eficiência no ato da travagem. Essas partes móveis permitem adaptar-se à velocidade a que circula e, também, à posição das rodas.

Além disso, ajustam-se automaticamente ao disco à medida que o calço for ficando gasto. Portanto, sendo um elemento móvel, é mais do que lógico que acuse mais facilmente o uso.

Os discos de travão estão torcidos

Quantas vezes não viu um amigo a continuar à mesma velocidade ao subir uma lomba? A resposta provavelmente foi “não te preocupes, eu tenho bons amortecedores”. Se, por um lado, é verdade que bons amortecedores diminuem a sensação de impacto, a realidade é que os discos de travão vão sofrer à mesma.

Em situações como lombas, buracos ou dar toques com a roda do passeio, podem provocar discos de travão torcidos. Ou seja, ficam empenados e a girar numa trajetória elíptica.

Nestas situações, poderá visitar o mecânico para corrigir o curso dos discos, ou então, se necessário, substituir por um conjunto novo.

lubrificar os travoes

Falta de lubrificação

Se os travões não não estiverem bem lubrificados, isto irá provocar uma maior fricção. Quanto maior a fricção, maior é o desgaste. Portanto, a falta de lubrificação provoca um maior desgaste, podendo originar uma superfície irregular do disco e, também, o famoso chiar.

Para impedir isto, deve comprar lubrificante e aplicar nas pinças de travão, ou levar o carro ao mecânico para que ele lhe faça isso.

Leia também:

Porque é que os travões do carro chiam?
Gostou deste artigo?
Redes sociais:
Dúvidas no Standvirtual?

Aceda à secção de Ajuda

211 450 361 * * Dias úteis das 09h às 18h