standvirtual.com

O Nº 1 em Carros
Vender Veículo

Saiba como valorizar o carro antes de o vender

Valorizar o carro antes de o vender

Se está a pensar colocar o seu carro à venda, saiba como pode aumentar o seu valor com estas dicas úteis. Aprenda como valorizar o carro antes de o vender.

Vender um carro é um processo que, em muitos dos casos, implica fortes emoções, pois durante o período em que somos proprietários de um automóvel, este torna-se parte de nós e um prolongamento da nossa personalidade.

Mas se pretende trocar o seu automóvel por um carro mais moderno e com menos quilómetros, na maior parte dos casos isso implica um investimento algo avolumado da sua parte e, em muitos casos, terá mesmo que recorrer à venda do seu carro actual para ter os fundos necessários para suportar uma nova aquisição.

Na eventualidade de ter que vender o seu automóvel actual e, por muito que emocionalmente lhe possa custar essa venda, vai querer fazer o melhor negócio possível. Isto significa vender aquele carro o mais rapidamente possível e pelo melhor preço e, como tal, existem algumas dicas que deve conhecer para valorizar o seu carro antes de o vender, garantido assim que este fica mais apelativo para um potencial comprador, o que se traduzirá num melhor negócio para si.

E, por falar em vender um carro rapidamente, sabia que em 2018 um Renault Megane do ano de 2007 foi vendido apenas 40 minutos após o anúncio ter ficado activo no Standvirtual? Se está a pensar vender carro, escolha o site nº1 em carros e aumente as suas possibilidades de fazer um grande negócio.

Conheça, então, estas 5 dicas que o vão ajudar a valorizar o carro antes de o vender.

Como valorizar o carro antes de o vender: 5 dicas essenciais


Dicas para valorizar o carro antes de o vender

1. Remova todas as personalizações

Os nossos carros são sempre um prolongamento de nós e é perfeitamente normal que após tantos anos de convivência e “intimidade” acabemos por lhe colocar um pormenor aqui ou ali que aproxime mais o carro daquilo que é a nossa personalidade. No entanto, muitas vezes acabamos por nos esquecer de que aquilo que para nós pode ser cool, para outros pode ser exactamente o oposto e as personalizações podem vir a afastar possíveis compradores.

Todas as alterações que efectuar ao carro, durante o período em que este foi seu, devem ser reversíveis, por isso deve sempre guardar os componentes originais que substituiu no seu veículo.

Se adicionou algum autocolante, se trocou as jantes por umas maiores ou de outra cor ou se trocou o escape por um maior e mais ruidoso, certifique-se de que antes de vender o seu automóvel, reverte todas as alterações que foram feitas. Deste modo, não só dará total liberdade ao novo proprietário de fazer aquilo que bem entender com o carro, mas também poderá reaver alguns euros que gastou nessas mesmas personalizações.

2. Utilize sempre peças originais

Com o passar do tempo e, também, fruto das condições mais deterioradas de algumas estradas portuguesas, é normal que algumas peças do seu automóvel se vão desgastando e necessitem de ser reparadas ou, até, substituídas.

No entanto, se quiser valorizar o carro antes de o vender, certifique-se que sempre que sempre que efectua alguma reparação ou substituição de peças, estas são feitas num reparador oficial da marca da sua viatura e as peças utilizadas são originais e fornecidas também pela marca.

Embora possa vir a pagar uma factura um pouco superior na hora da reparação, quando vender o carro, um possível comprador irá certamente gostar de saber o histórico completo de manutenção daquela viatura e que esta foi tratada com atenção e carinho.

Além disso, fazer reparações nas oficinas autorizadas da marca garantem que todas as peças substituídas estão abrangidas por um período de garantia e será sempre um descanso para o futuro comprador saber que existe uma cobertura adicional sobre o desgaste do veículo.

3. Limpe a fundo o interior

Na hora de vender o carro, não hesite em pagar algumas dezenas de euros a um profissional da área para lhe deixar o carro como novo.

O interior de um carro com aspecto cuidado e limpo fará aumentar exponencialmente as hipóteses de uma venda bem sucedida, uma vez que o interessado verá que o anterior proprietário era uma pessoa cuidadosa e que terá estimado o veículo durante o período em que foi proprietário do carro.

4. Cuide do exterior do carro

Se circulou com o seu carro maioritariamente em cidade, é normal que entre tantos estacionamentos a sua viatura tenha ficado com algumas “cicatrizes”. No entanto, por apenas algumas centenas de euros, pode (e deve) deixar o carro como novo antes de o vender.

Leve o seu automóvel a uma oficina especializada em pintura e trate de polir todo o exterior do carro, assim como os faróis dianteiros e traseiros.

Por apenas mais algumas dezenas de euros, deverá conseguir reparar as jantes de eventuais toques em passeios que possa ter dado e, deste modo, ficará com um carro com um aspecto como novo e cuidado.

5. Invista na fotografia

Sabia que adicionar fotografias a um anúncio pode aumentar o número de contactos em 500%? Dizem que uma imagem vale mais do que mil palavras e, no caso dos carros, a aparência é talvez dos aspectos mais importantes e que o ajudarão a vender o carro ainda mais depressa.

Se não domina a fotografia, peça a colaboração de alguém que tenha mais mão para esta arte, escolha uma localização apelativa e tire algumas fotografias ao seu carro.

Não se esqueça de fotografar todos os extras e pormenores interessantes que possam diferenciar o seu carro dos restantes modelos.

Não se esqueça, também, que os carros não são todos iguais,e cabe apenas a si tornar o seu ainda mais especial.

Leia também:

Saiba como valorizar o carro antes de o vender
4 (80%) 1 voto
Redes sociais:
Dúvidas no Standvirtual?

Aceda à secção de Ajuda

211 450 361 * * Dias úteis das 09h às 18h