standvirtual.com Vender Veículo

Vai vender o seu carro? Saiba como o preparar

Vai vender o seu carro saiba como o preparar

Eis que chegou o dia de vender o seu carro. Mas, compreenda, por melhor que lhe pareça aos seus olhos, o seu usado será apenas mais um entre tantos outros para quem anda à procura. O truque passa por preparar o veículo para que sobressaia entre a multidão. E não basta um bom banho…

A primeira coisa a fazer é criar um diagnóstico o mais aproximado da realidade. Não se preocupe com a existência de muitos defeitos – esta lista não é para partilhar com ninguém, mas para lhe servir de guia.

 

Anuncie já o seu carro no Standvirtual

 
Com os problemas identificados, inicie a busca por soluções, fazendo a equação de se vale mesmo a pena arranjar ou não. Se for uma pequena reparação num carro com pouco tempo de vida, o mais provável é que o investimento compense. Já o arranjo de uma mossa num automóvel com muitos anos poderá ser apenas perda de tempo (e de dinheiro), uma vez que o mesmo não irá valorizar o veículo (e quem anda à procura de carros velhos também já sabe ao que vai). No caso de vender o seu carro a um stand, o melhor é nem se preocupar com riscos e mossas; essas reparações não irão render um maior valor de negócio.

Para os problemas que não estão à vista, a melhor política é a honestidade: informar sobre qualquer questão irá dar ao comprador a certeza de estar a fazer um negócio sem cartas na manga, o que poderá pesar na altura de tomar uma decisão. Claro que o valor apresentado terá de ter em conta todas as vicissitudes com que o automóvel se apresenta.

Crie o anúncio perfeito para vender o seu carro

Depois de escrutinado todo o automóvel, não deixe de puxar pelas suas qualidades e enalteça-as, num “anúncio perfeito”. Este deverá incluir fotografias que ajudem a promover o automóvel (abra uma revista especializada e repare nos ângulos usados para captar o melhor de um veículo), mas, nos dias que correm, um pequeno vídeo poderá ser a diferença entre ter muitos ou poucos interessados.

Artigo relacionado: Vender carro usado online: crie o anúncio perfeito

No anúncio inclua toda a informação do automóvel, incluindo as suas características mecânicas, mas também a lista de equipamento. Fale sobre o historial: ser um carro de um não fumador, por exemplo, soma pontos, assim como as revisões na marca.

O truque está nos detalhes

Se há várias coisas que são de difícil ou de dispendiosa resolução, a limpeza não é uma delas. E, é sabido, “os olhos são os primeiros a comer”. Por isso, não passe apenas o automóvel por água; perca tempo nos pormenores.

Comece por esvaziar todo o habitáculo, não deixando nada que não tenha vindo com o carro de fábrica. Só depois, passe para a ação, começando por fazer pó. Estranho? Nem por isso. Antes de iniciar o processo de limpeza ao interior do veículo, livre-se do pó que habita os vários buraquinhos do tablier ou o sistema de climatização. Recorrer a um compressor de ar será o mais eficaz, mas também pode tentar fazê-lo com um pincel e muita paciência.

Avance depois para uma boa aspiração, não deixando migalhinha à vista ou escondida. Para esta atividade, prefira os aspiradores profissionais que se encontram junto às lavagens automáticas, que apresentam uma força capaz retirar toda a sujidade do piso, dos estofos e dos inúmeros recantos.

Sem pó nem migalhas ou pedrinhas, é altura para deixar o carro a cheirar a novo. Para tal, use uma escova de dentes macia e a uma solução de água com qualquer detergente lava tudo (ou mesmo com o clássico sabão azul e branco) e lave cuidadosamente todas as zonas forradas a tecido. Para os plásticos, borrachas e zonas forradas a pele, há produtos específicos à venda nas lojas especializadas. Tenha, porém, o cuidado de usar apenas panos de microfibras que, além de muito absorventes, não causam riscos nas superfícies.

Velho, mas a brilhar

Depois de todo o habitáculo estar limpinho, avance para a parte exterior. Dê uma lavagem rápida que permita analisar a existência de riscos e mossas e decida se pretende arranjar alguns riscos mais superficiais, que podem ser facilmente reparados recorrendo a um pouco de “polish”. Basta aplicar o produto, que se encontra facilmente em qualquer loja de produtos dedicados aos automóveis, diretamente sobre os riscos e puxar o lustro com um pano de camurça.

Artigo relacionado: Como disfarçar riscos na pintura do carro

Pode ainda decidir dar um novo brilho ao carro, com o tratamento completo. Para tal, procure um lugar à sombra e escolha um dia de pouco calor. Lave o carro de forma irrepreensível e deixe-o secar antes de continuar o trabalho. Com o carro seco, use uma massa de polimento fina para remover os riscos superficiais, aplicando “polish” por todas as áreas, sempre em movimentos circulares. Puxe o lustro com um pano de camurça, até obter o brilho pretendido.

Depois de o carro estar impecável, invista tempo nas jantes, tendo o cuidado de nunca as lavar enquanto estão quentes. Há produtos específicos para a limpeza das jantes, mas pode simplesmente investir numa boa esponja e num simples sabão. Para ir aos recantos, use uma escova de dentes um pouco mais dura do que a usada para os estofos. No fim, depois de secas, pode aplicar cera líquida incolor e terá um carro a brilhar por dentro e por fora, capaz de conquistar corações entre os compradores interessados.

 
Leia também:

Redes sociais:
Dúvidas no Standvirtual?

Aceda à secção de Ajuda

210 738 088 * * Dias úteis das 09h às 18h